sexta-feira, 8 de novembro de 2019

Expomel movimenta cenário econômico e turístico em Itabuna

Segue até domingo (10/11) no Teatro Municipal Candinha Doria, em Itabuna, a 1ª Expomel e o 1º Congresso Nacional de Apicultura e Meliponicultura. O evento que é uma realização do Conselho Nacional do Agronegócio de Abelhas (CNAA) juntamente com diversos parceiros e apoiadores como a Ceplac e a Prefeitura Municipal de Itabuna reúne apicultores de todas as regiões do país, renomados pesquisadores, visitantes, entre outros interessados no agronegócio de abelhas.

Várias opções de entretenimento estão sendo disponibilizadas para o público: mesas-redondas, oficinas práticas, estandes onde estão sendo comercializados produtos, materiais e equipamentos da apicultura e meliponicultura, exposições de insetos gigantes, além de um espaço reservado para o entretenimento da garotada.

“Unidos fortaleceremos ainda mais a cadeia produtiva da apicultura. Itabuna só tem a ganhar com esta iniciativa, pois fortalece também nossa economia por conta da atração de visitantes. O comércio, restaurantes, hotéis, entre outros estabelecimentos só tem a ganhar”, destacou o vice-prefeito Fernando Vita. Para Ediney Magalhães, Itabuna se consolida como um dos maiores polos do agronegócio das abelhas. “Este evento representa o despertar de novas oportunidades para todos, e um novo passo para a apicultura em nossa região”.

Caravanas de diversas regiões do país estão presentes – Ceará, Paraíba, Tocantins, Distrito Federal, Goiás e Santa Catarina -, mostrando que Itabuna está no caminho certo. A noite ainda foi marcada por homenagens a personalidades e entidades que prestam relevantes serviços em prol do desenvolvimento de Itabuna: o prefeito Fernando Gomes (Prefeito de Itabuna), Tião Barros (Art3), Carlos Leahy (CDL), Ediney Magalhães (Ceplac), 

4 comentários:

  1. Isso só vai beneficiar a classe alta, a nossa população precisa de segurança saúde educação e principalmente emprego

    ResponderExcluir
  2. Lembre-se que POBRE só é lembrado em tempo de eleições.

    ResponderExcluir
  3. O stand na Praça Adami era um desconvite ao evento, pelo alto preço do mel.

    ResponderExcluir
  4. Gente, aquilo é um TIGRE, LEÃO, BALEIA, JAGUATIRICA, ONÇA, SUCURI, ELEFANTE brancos. O povo de itabuna é acéfalo ( com poucas exceções), gostas mesmo é de barzinho em ponta de passeio e ficar no sereno.

    ResponderExcluir