quarta-feira, 15 de janeiro de 2020

Jovem morador de Gandu vai a Itabuna cumprir serviço do Irmão e é assassinado na feira do São Caetano

Matheus dos Santos, de 19 anos, pode ter sido morto por engano

Uma juventude interrompida. Uma vida toda pela frente, com sonhos e objetivos que não serão mais alcançados. Na tarde desta quarta-feira (15) a cidade de Itabuna foi palco de mais um crime violento que teve como resultado a morte de mais um jovem. Matheus Souza dos Santos, de 19 anos, morador de Gandu, foi assassinado na feira livre do bairro São Caetano. Tudo indica que a vítima não teria envolvimento com o crime, e teria sido morto por engano.

De acordo com informações colhidas no local do crime, o irmão de Matheus, que teve a identidade mantida em sigilo, era quem deveria estar em Itabuna hoje. O irmão da vítima, que também mora em Gandu, trabalha descarregando caminhão na feira do São Caetano, e sempre estava pela cidade de Itabuna. Sem poder comparecer ao serviço, e sem prever o que aconteceria mais tarde, Matheus foi enviado para descarregar um caminhão de cereais no lugar do irmão para cumprir o expediente.

Ao chegar na cidade, Matheus teria ido procurar alguma coisa para comer nas barracas que ficam na feira. Foi nesse momento, por volta das 13h40, que dois indivíduos chegaram e um deles, que estava armado, deflagrou cerca de 4 disparos contra o jovem. Ele foi atingido com tiros nas costas, na cabeça e no peito. O SAMU foi acionado, e ainda esteve no local para prestar socorro, mas já era tarde demais. Matheus já havia vindo a óbito.

No local do 11° homicídio de Itabuna a polícia encontrou três cápsulas de pistola 380. O Departamento de Polícia Técnica de Itabuna (DPT) esteve presente e removeu o corpo para o IML da cidade.

O dono do caminhão conversou com nossa equipe e afirmou que o irmão de Matheus é trabalhador e não possui envolvimento com o crime. O proprietário do transporte não sabia afirmar se a vítima seria envolvido, mas que pelo o que conhecia da família, tratava-se de um garoto de bem. Não há informações se Matheus teria estado outras vezes na cidade. Caberá à Polícia solucionar esse caso e descobrir a motivação e a autoria do crime.


Nenhum comentário:

Postar um comentário