sábado, 26 de setembro de 2020

Vigilância sanitária faz vistoria na Nestlé e Barry Callebaut

O Ex-presidente do SINDICACAU, Luiz Fernandes, ao tomar conhecimento de que 12 funcionários da Nestlé e 9 da Barry, em Itabuna, deram positivo para o Coronavírus, de imediato, acionou equipes da vigilância sanitária e do CEREST para que realizasse uma fiscalização e vistoria nas referidas empresas. Fato que ocorreu no dia 22/09/2020. A Nestle conta atualmente com 230 funcionários e a Barry Callebaut com 450, sendo, entre efetivos e terceirizados.

Outra denuncia formulada pelo Ex-Presidente da entidade é a de que, durante a determinação de toque de recolher, conforme Decreto Lei, a Nestlé e a Barry proibiram os funcionários de se deslocarem, até a empresa, em veículos particulares, obrigando-os a serem transportados pelos ônibus contratados pelas duas empresas.

Segundo Luiz Fernandes, um relatório foi gerado pela equipe epidemiológica que realizou a fiscalização, documento esse que está sendo encaminhado para o Ministério Público do Trabalho, em Itabuna, para que medidas que estejam em conformidade com as determinações da Organização Mundial de Saúde – OMS., tipo: realização de exames e desinfecção em todos os ambientes de trabalho e, principalmente, nos veículos de transportes.

Fontes: Sindicato dos Trabalhadores da Indústria Moageira de Ilhéus e região (SINDICACAU)

15 comentários:

  1. Rapaz to tomando ódio de sindicato, pois esse sindicato ai fica atrás de se aparecer em que pelo amor de Deus, essa empresa pega vai embora ai eu qro ver vcs fazerem baderna reinvidicar algo.

    ResponderExcluir
  2. Se vier na pênalty acha 50 infectado

    ResponderExcluir
  3. Vão na trifil pra vcs verem

    ResponderExcluir
  4. Otario se ex presidente querendo se aparecer, vai se fuder seu idiota

    ResponderExcluir
  5. E uma pena isso tb nao acontecer na trifil que nem os teste foram feito la e sao tantas pessoas sintomaticas que trabalham com receio de dar atestados e perder seus empregos.


    Vamos ver secretaria de suade e vigilância santaria trifil sao em media 500 funcionarios por turno

    ResponderExcluir
  6. Triste dar atenção a este preguiçoso viciado.

    ResponderExcluir
  7. PORQUE A VIGILANCIA SANITÁRIA NÃO FISCALZIA O CENTRO COMERCIAL E AS FEIRAS DE ITABUNA?

    PORQUE NÃO TEM MUITA IMPORTÊNCIA PARA O CHEFE NEM TEM DESTAQUE NA MÍDIA...

    ISSO..

    ResponderExcluir
  8. Sindicacau faz a diferença. Se for esperar pelo representante do sindicato representado pelo funcionário Sodré, mentiroso, safado, disparado ganha salário de chefe para ficar de conchavo com a Nestlé. O sindialimentacão, só faz enganação, SODRÉ sabia de tudo e ficou escondendo das autoridades de Saúde.
    Ministério do Trabalho abram os olhos.
    Outra coisa que vem acontecendo nos processos trabalhistas contra a Nestlé, estão todos contaminados, perícia comprada, advogados chamando os clientes para fazerem acordos a pedido da empresa,e ganhando por fora.
    Polícia Federal pracisamos da ajuda de vocês, ta tta difícil a justiça do Trabalho aqui em Itabuna.
    Vamos investigar alguns escritórios no Edifício Marabá,tem um advogado no quarto andar que é desonesto, vagabundo.

    ResponderExcluir
  9. A Barry callebalt não cumpri com os protocolos,os funcionando trabalha doze horas intermitente,ao invés deles diminuírem a jornada eles fizeram foi alimentar,as empresas terceirizadas são obrigada a trabalhar no mesmo regime escravagista,os funcionários das terceirizada não tem local para almoçar no cd da barry,os funcionando almoça em uma barraca abandonada ao lado da ponte da rua de palha,tantas coisas errada nestas empresa e falta de respeito com seus terceirizados,cabe a justiça do trabalho fazer uma visita de surpresa e ver a veracidade da denuncia.

    ResponderExcluir
  10. amigo Luiz Fernandes Jogando duro

    ResponderExcluir
  11. Atrás de dinheiro esses safados,só pra isso que funciona essa vigilância sanitária !!

    ResponderExcluir
  12. E justiça do trabalho alguma vez já funcionou é prol do trabalhador?

    ResponderExcluir
  13. Acho correto a vigilância se posicionar e fiscalizar de maneira em geral. No entanto, Luís Fernandes foi afastado com o consentimento dos trabalhadores filiados ao sindicato, (devido doença
    CID 10 - F99) , o mesmo não está mais autorizado até mesmo acessar a fábrica, medida de segurança para proteger os trabalhadores, ele não sabe dos fatos na unidade acaba fazendo FAKENEWS. Ontem mesmo estava em Frente ao antigo Colégio CISO sem máscara, uma pessoa que não está nem ai para a segurança dele mesmo e ainda quer falar a das dos outros. Está viajando perambulando direto até mesmo em outras cidades sem os devidos cuidados. Fica em mesa de bar direto, nada contra quem bebi, mas aumenta ainda mais o risco.

    Vamos aguardar o Laudo da Vigilância, que acredito que será mostrado para o Verdinho

    ResponderExcluir
  14. LUIS fernandes Estar doido e ele nao faz mais parte do sindicato

    ResponderExcluir
  15. Dois pesos e dias medidas: A Secretaria de saúde fez exames rápidos nos funcionários das lojas conlar e postos universal, onde foram detectados cerca de 20 funcionários assintomáticos e não houve quaisquer fiscalização da vigilância sanitária nas empresas. Porque será?

    ResponderExcluir