domingo, 28 de março de 2021

Justiça condena Bolsonaro a indenizar repórter por danos morais

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) foi condenado a indenizar a jornalista Patrícia Campos Mello, repórter da Folha de S.Paulo, em R$ 20 mil por danos morais. 

A decisão, expedida em 16 de março, é da juíza Inah de Lemos e Silva Machado, da 19ª Vara Civil de São Paulo. Ela ainda determinou que o presidente pague as custas processuais e honorários advocatícios no valor de 10% da condenação. Cabe recurso.

No entendimento da magistrada, Bolsonaro violou "a honra da autora, causando-lhe dano moral, devendo, portanto, ser responsabilizado", e "a utilização no sentido dúbio da palavra 'furo' em relação à autora repercutiu tanto na mídia como também nas redes sociais, expondo a autora".

A declaração que motivou o processo foi dada pelo presidente em 18 de fevereiro de 2020, em referência ao depoimento de Hans River do Rio Nascimento, ex-funcionário de uma agência de disparos de mensagens em massa por WhatsApp, à CPMI das Fake News no Congresso.

"Ela [repórter] queria um furo. Ela queria dar o furo [risos dele e dos demais]", disse o presidente, em entrevista diante de um grupo de simpatizantes em frente ao Palácio da Alvorada, na ocasião. Após uma pausa durante os risos, Bolsonaro concluiu: "a qualquer preço contra mim". A palavra “furo” é um jargão jornalístico usado para se referir a uma informação exclusiva.

18 comentários:

  1. NEGACIONISTA,NAO TEM RESPEITO POR NINGUÉM NAOVSSEI COMO PODEM SEREM ALIENADOS DELES PRINCIPALMENTE MULHER.

    ResponderExcluir
  2. Toma genocida safado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. vc pode chamar ele de genocida e ele não pode falar do furo da mulher? qual a diferença?

      Excluir
  3. toma pilantra não respeita ninguem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Chamar ele de pilantra te torna igual a ele e pode te gerar processo. Afinal de contas, o processo é por esse motivo.

      Excluir
  4. Jamais vai ganhar uma ação na "justiça" que defende ladrões e criminosos de toda espécie. O Brasil é uma república de bandidos, eles ganham todas.

    ResponderExcluir
  5. Toma seu fdp no seu "furo"!!!

    ResponderExcluir
  6. Hitler II, começou a cair kkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mula do muladrão, baba ovos do luladrão

      Excluir
  7. Triste ver quem fala a verdade responder processo Brasil país que nos envergonha onde a população defende bandido ladrão

    ResponderExcluir
  8. 20.000,00 é pouco. Tinha que ser 100.000 pra aprender a respeitar os profissionais que estão a serviço, seja que seguimento for. Desastre da Nação.

    ResponderExcluir
  9. Bozolino gosta de fazer exame de próstata.

    ResponderExcluir
  10. Ele é o cara. Manda ele repetir novamente.

    ResponderExcluir
  11. eta BAhia lascada um monte de jumento ainda querendo um ladrão de volta bem que e minoria kkkkkkkkkkkkkkkkk turminha retardada Deus me livre.

    ResponderExcluir
  12. todo brasileiro tem o direito de pedir idenização a esse genocida que destruiu mais de 300 mil vidas e famílias além de um país só pra roubar e ser perverso! todos tem o direito de danos morais contra esse genocida!

    ResponderExcluir
  13. #Bolsonarotemrazao #Bolsonaro2022

    ResponderExcluir
  14. #EsquerdaGenocida #RuiCostaGenocida #foracomunistas

    ResponderExcluir