sábado, 10 de abril de 2021

Médico que fez autópsia de George Floyd confirma homicídio

O legista que realizou a autópsia em George Floyd após sua prisão e morte em maio passado, dr. Andrew Baker, falou em depoimento na sexta-feira (9), no julgamento do ex-policial de Mineápolis Derek Chauvin. Em seu relato, ele explicou como concluiu que a morte foi um homicídio pelas mãos de Chauvin.

Enquanto os jurados analisavam fotos da autópsia, Baker, legista-chefe do condado de Hennepin, disse que mantinha a causa da morte que determinou no ano passado, uma "parada cardiorrespiratória agravada por dominação, contenção e compressão do pescoço".

Baker determinou que o coração de Floyd parou de bater e seus pulmões pararam de funcionar porque Chauvin, de 45 anos, e outros policiais o prenderam no chão de uma forma que privou seu corpo de oxigênio.

Também foram apresentados pelos promotores, quatro outros depoimentos de especialistas médicos para desafiar a tese da defesa de Chauvin contra as acusações de homicídio, de que Floyd pode ter morrido de overdose de drogas, e apoiar as conclusões de Baker. Chauvin ainda se declara inocente.

8 comentários:

  1. Respostas
    1. O meu também 🤣🤣🤣 "Meus ovo".

      Excluir
  2. A diferença: Até hj falam de George Floyd como um Deus, e, o policial Wesley, ninguém comenta. Simplesmente falam q surtou e acabou. VERGONHAAAA

    ResponderExcluir
  3. Ja q esse é um site de denúncias, denuncio um acontecimento na cidade de ibicui bahia.
    Posto de saúde da zona rural de ibicui bahia (ruinha) está sendo usado como motel por enfermeira com servidor público ( policial)! Unvestiguem

    ResponderExcluir
  4. A polícia matou um policial na cara de vocês e vocês vêm falar de um cidadão de outro país fala do seu país porra tão comedo

    ResponderExcluir
  5. Fazer o mesmo nele... fácil assim...

    ResponderExcluir
  6. Por falar em assassinato
    Praticado por policiais
    Como está as investigações
    Dos assasinos do soldado
    "WESLEY"??????

    ResponderExcluir
  7. A polícia execurta e diz que foi troca de tiros.

    ResponderExcluir