terça-feira, 10 de agosto de 2021

Caso Sáttia Lorena: Justiça recebe denúncia contra médico acusado de jogar ex do 5º andar de prédio em SSA

A denúncia do Ministério Público da Bahia (MP-BA) contra o médico Rodolfo Cordeiro Lucas, investigado pela tentativa de homicídio da ex-companheira, a médica Sattia Lorena Patrocínio Aleixo, foi recebida pela Justiça da Bahia. A médica caiu do 5° andar do prédio em que morava com Rodolfo.

De acordo com o MP-BA, a denúncia foi recebida na sexta-feira (6), pelo juiz Vilebaldo José Pereira. Com isso, "Rodolfo Cordeiro Lucas passa da condição de suspeito a réu do processo em que é acusado de cometer o crime de feminicídio na modalidade tentada, em razão de ter praticado agressões físicas contra sua então companheira por razões de condições do sexo feminino, decorrente de violência doméstica e familiar", diz nota do MP-BA.

O pedido de prisão preventiva apresentado pelo promotor de Justiça Davi Gallo ainda não foi avaliado pela Justiça.

Segundo a denúncia, no dia 20 de julho do ano passado, por volta das 0h30, Rodolfo Cordeiro, após agredir fisicamente Sattia Lorena, empurrou-a na direção da janela do quarto do casal do apartamento, situado no 5º andar do Edifício Serra do Mar, no bairro de Jardim Armação.

Conforme o documento, o suspeito teria forçado que as mãos da médica, que a mantinha dependurada na janela, se soltassem, o que provocou a queda de uma altura de 15,5 metros, causando-lhe graves ferimentos.

O promotor de Justiça Davi Gallo, responsável pelo caso, ressaltou que o motivo do crime foi torpe, pois a “ação criminosa foi precedida de ameaças pelo agressor em face da vítima, reiterados momentos antes do desfecho trágico, e as quais decorreram do sentimento de posse e da não aceitação da ruptura do relacionamento pelo agressor”.

Davi Gallo complementou que a vítima não teve qualquer chance de defesa, pois foi enforcada e agredida pelo denunciado, "desvencilhando-se em determinado momento" e permanecendo em pé em cima da cama do quarto do casal.

Nesse momento, de acordo com o promotor, Sáttia, acuada, teria sido empurrada pela janela e tido suas mãos desprendidas pelo denunciado do local que apoiava quando tentava se segurar, caindo em seguida.

6 comentários:

  1. De acordo com a "justiça" brasileira e suas leis de merda, o denunciado é um anjo e não pode ficar preso. Todo ladrão, assassino e estuprador, são inocentes até que cometam a centésima "tentativa".

    ResponderExcluir
  2. Oh Verdinho, esse cara
    Aí da foto, é o
    Cantor Projota 😂😂😂

    ResponderExcluir
  3. Isso é um monstro! ter coragem de fazer uma barbaridade dessa com uma mulher esse Brasil precisa ter pena de morte para todos esses monstros nos que temos filhas casadas com certos tipos de monstros assim estamos vivendo em grandes preocupações e o pior que elas vivem debaixo de pé e apanhando desses bandidos e não fala para os pais mais temos que ficar atento botar alguém para observar que para depois mandar meter bala nesses bandidos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vdd se elas não fala nada para mãe ou pai na certa são ameaçadas por esses monstros então temos que ficar atentos sou pai tenho filhas que se envolveu com certos tipos de monstros delas até casou pq não ouviu meus conselhos já vir muitas falhas muitas vezes aparece com varias marcas no corpo pergunto fica desfaçando mais estou aguardando o vagabundo casamento não é pra qualquer cachorro mulher só não fica com cobra pq não sabe qual é o macho

      Excluir
  4. Como é que uma mulher dessa linda, médic, situação financeira ótima,se envolve com um gordo feioe mau caráter desse
    Pelo que eu estou vendo, não dá para a mulher se envolver com homem nenhum

    ResponderExcluir
  5. quem tem coragem de se consultar com um bicho desse? com quem ele dormia ele fez isso, imagine com pacientes

    ResponderExcluir