terça-feira, 26 de abril de 2022

Arma de ex-ministro da Educação dispara acidentalmente em aeroporto de Brasília

A arma do ex-ministro da Educação, Milton Ribeiro, disparou acidentalmente no Aeroporto Juscelino Kubitschek, em Brasília, no final da tarde de segunda-feira (25). De acordo com informações do Uol, o disparo aconteceu por volta de 17h, quando ele estava no balcão da Latam. A empresa aérea Gol informou que uma funcionária da empresa aérea Gol foi atingida por estilhaços, mas sem gravidade.

Em depoimento à Polícia Federal, o ex-ministro afirmou que depois de abrir sua pasta de documentos, pegou a arma para separá-la do carregador “dentro da própria pasta” e foi o momento em que teria ocorrido o disparo. À corporação, Ribeiro disse ainda que, por medo de expor sua arma de fogo publicamente no balcão, ele teria tentado desmuniciá-la dentro da pasta. “Como havia outros objetos dentro da pasta, o local ficou pequeno para manusear a arma”, justificou o ex-ministro. “O projétil atravessou o coldre e a pasta e se espalhou pelo chão”, disse.

Milton deixou o MEC após o jornal Folha de S. Paulo revelar a gravação de uma reunião com prefeitos e afirmou que repassa verbas para municípios indicados por dois pastores a pedido do presidente Jair Bolsonaro.

18 comentários:

  1. Pastor ladrão e pistoleiro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kkkkkkkkkkkkkkk, é a base desse desgoverno.

      Excluir
  2. Repare que querem andar armados, mas não sabem manusear. Quero distância desses atiradores aloprados.

    ResponderExcluir
  3. Repare que querem andar armados, mas não sabem manusear. Quero distância desses atiradores aloprados.

    ResponderExcluir
  4. Pior foi Bozo, que foi andar armado, tirando onda, e dois pivetes cariocas, arrancaram a arma dele. Perdeu pros pivetes kkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Podiam ter dado uns tiros no rabo dele, kkkkkkkkkkkkk, aquele bizonho fedorento.

      Excluir
  5. Olha que ele e pastor ! andando armado !

    ResponderExcluir
  6. pastor andando armado? ahhhh pastor bolsominion!!! o bolsonrismo é uma doença!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Relaxe, as balas são ungidas, é fogo puro.

      Excluir
  7. Acontece que os criminosos petralhas possuem mais tempo na utilização de armas para a prática de crimes. Normal! Bandido é bandido, e a justiça está ao lado daqueles que ganham sempre... os santos-ladrões?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você está empregada, bicha amarga; graças a um "petralha"! Cale sua boca e sente no colinho do papai, Lulinha, bicha nervosa, colega de Bozolóide.

      Excluir
  8. Pastor ladrão kkkkk

    ResponderExcluir
  9. Até onde eu sei , quem viaja de avião e encontra-se de posse de arma de fogo, o procedimento é ir na sala da Polícia Federal que tem em todo aeroporto, e apresentar a arma. A Polícia Federal é quem se encarregará de realizar toda a tramitação para que a arma seja colocada na aeronave com toda a segurança para todos. O proprietário da arma ao chegar em seu destino, no aeroporto de desembarque ele vai até a sala da Polícia Federal e recolhe seu armamento. E já que ele estava no balcão da empresa aérea, ao retirar o carregador, a arma tem que estar apontada para o chão justamente caso haja disparo acidental. Pelo visto o ex-ministro não tem esses conhecimentos. Arma em mão de uma pessoa despreparada sempre será um grande risco. #falei!!!

    ResponderExcluir
  10. Esse se diz " HOMEM DE DEUS ", é pastor e anda armado, e não sabe nem utilizar uma arma, santa incompetência.

    ResponderExcluir
  11. Aquele que segue os ensinamentos de Jesus Cristo,o cristão, não usa arma, não rouba, não deixa roubar...

    Esse homem não é cristão.

    ResponderExcluir
  12. Ele colocou o dedão no gatilho, pensando que a arma não estava alimentada.

    ResponderExcluir
  13. A armar de um pastor e a bíblia , + como nesse desgoverno pode tudo !!!!

    ResponderExcluir