sábado, 18 de junho de 2022

Polícia prende terceiro suspeito de atuar no assassinato de Bruno e Dom

Apontado pela Polícia Federal (PF) como terceiro suspeito de participação no assassinato do jornalista britânico Dom Phillips e do indigenista Bruno Pereira, Jeferson da Silva Lima, conhecido como “Pelado da Dinha”, foi preso na manhã deste sábado (18), em Atalaia do Norte, no Amazonas.

“Conforme todas as provas, todos os depoimentos colhidos até o momento, ele estava na cena do crime e participou ativamente do duplo homicídio ocorrido”, afirmou o delegado da Polícia Civil Alex Perez Timóteo, ao G1.

Segundo o site, a Polícia Civil chegou a fazer buscas no sítio da mãe de Jeferson, mas ele não foi encontrado no local. Após os agentes conversarem com a família do suspeito e orientarem que ele se entregasse, ele se dirigiu à delegacia por volta das 6h deste sábado (18). Pelado da Dinha se apresentou às autoridades sem a presença de advogado.

7 comentários:

  1. TEM DE PRENDER O NAZISTA GENOCIDA RACHADINHA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que desespero,kkkkkkk petista jumento

      Excluir
    2. Retardado doente mental, o que tem a ver com o presidente com isso, quem deveria estar na cadeia e não sair mais nunca era o seu Lula, mas também o nível de pessoa que é, deve gostar de uma coisa errada.

      Excluir
    3. Kkkkkkkkkkkkkk

      Excluir
    4. Oxe! É doido é?

      Excluir
    5. Bozo está cumprindo as promessas da campanha.
      Eliminar os indígenas, deixar livre a exploração e não ter nem 1 centímetro de terras reservadas a preservação.
      Aí foi o bozo, Ricardo Salles e Sergio moro.
      Time mafelico, defendem o mal e os criminosos.

      Excluir
  2. Tem que prender novamente é o seu comparsa, foi ele que liberou todo o tipo de crimes no Brasil. Ele sim é genocida, por que mata o pobre na ignorância igual a vç.

    ResponderExcluir