sábado, 10 de setembro de 2022

Petrobras anuncia cortes nos preços dos combustíveis a conta-gotas às vésperas da eleição

Levantamento feito pelo OSP (Observatório Social do Petróleo) a pedido do jornal Folha de S.Paulo mostra que a Petrobras adotou estratégias diferentes de precificação dos combustíveis nos momentos de alta e de baixa das cotações internacionais do petróleo em 2022.

Quando o petróleo subia, a empresa realizava menos reajustes e praticava preços abaixo das cotações internacionais, segurando o repasse às bombas. Com o petróleo caindo, passou a anunciar reduções frequentes e acompanhar o mercado externo mais de perto.

Para Eric Gil Dantas, economista do OSP e do Instituto Brasileiro de Estudos Políticos e Sociais, os dados indicam que a execução da política de preços da Petrobras esteve sujeita a pressões políticas durante o ano eleitoral.

"A política de preços da Petrobras segue o PPI [Preço de Paridade de Importação]" mas tem outra variável, que é a pressão política", diz Dantas. "Até junho, a Petrobras teve que manter os preços abaixo do PPI. Mas quando chega julho, passa a praticar preços iguais ou até superiores."

PETROBRAS DIZ QUE REAJUSTES NÃO TÊM FREQUÊNCIA DEFINIDA

A Petrobras afirmou em nota que não há periodicidade definida para os reajustes de diesel e gasolina. "A companhia segue buscando o equilíbrio dos seus preços com o mercado, mas sem o repasse para os preços internos da volatilidade conjuntural das cotações internacionais e da taxa de câmbio."

A empresa disse ainda que não existe referência única de comparação de preços do mercado internacional que seja percebida por todos os agentes. "Para demonstração, basta observar que duas renomadas agências de informação, Argus e Platts, publicam referências de preços para o Brasil com diferenças significativas entre elas", informou.

GUERRA NA UCRÂNIA PRESSIONOU COTAÇÕES DO PETRÓLEO

No primeiro semestre, enquanto as cotações do petróleo disparavam em resposta à Guerra da Ucrânia, a Petrobras promoveu três aumentos no preço da gasolina. A partir de julho, quando o petróleo passou a recuar com o risco de recessão global, já foram quatro cortes.

Com o diesel, a estratégia foi semelhante, embora com menos margem para quedas, já que o produto vem sendo pressionado pela necessidade do mercado europeu por alternativas ao gás natural da Rússia: foram quatro aumentos no primeiro semestre e dois cortes apenas em agosto.

No mercado, a avaliação é que a empresa vem promovendo reajustes a conta-gotas, baixando os preços com maior frequência e menor intensidade para gerar fatos positivos para a campanha à reeleição do presidente Jair Bolsonaro (PL).

A partir da posse de Caio Paes de Andrade na presidência da estatal, a empresa passou a anunciar cortes de preços quase semanais. Passou, inclusive, a divulgar reajustes de produtos que antes não eram divulgados oficialmente, como querosene de aviação e asfalto.

Entre os dias 19 de julho e 1º de setembro, foram nove anúncios, que são usados pelo presidente e seus apoiadores na campanha e em redes sociais. Seus efeitos na inflação também são comemorados pelo governo como sinais de melhora da economia brasileira.

A oposição, por outro lado, ironiza a estratégia dizendo que os cortes são anunciados após a divulgação de pesquisas que mostram o candidato petista Luiz Inácio Lula da Silva à frente na corrida presidencial.

Nesta sexta-feira (9), por exemplo, o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) informou que o IPCA teve a segunda deflação seguida, fechando agosto em -0,36%.

O desempenho foi influenciado principalmente pela queda do grupo de transportes, que recuou 3,37% no mês, contribuindo com -0,72 ponto percentual no índice. Isto é, mais do que compensou a alta de sete outros grupos pesquisados, principalmente saúde, vestuário e alimentação.

O movimento de queda nos preços dos combustíveis, principalmente a gasolina, começou com a aprovação, pelo Congresso, de lei que reduziu impostos federais e estaduais. Se acentuou nas últimas semanas, com a queda das cotações internacionais do petróleo.

Fontes na Petrobras dizem que a estratégia previa anúncios semanais de cortes de preços até o primeiro turno da eleição, no primeiro fim de semana de outubro, mas não houve qualquer anúncio nesta semana, embora estimativas do mercado indiquem margem para queda na gasolina.

Segundo a Abicom (Associação Brasileira dos Importadores de Combustíveis), o preço médio da gasolina nas refinarias brasileiras estava R$ 0,36 por litro mais caro do que a paridade de importação na abertura do mercado desta sexta.

Os dados da associação mostram que o preço médio no país não fica abaixo do internacional desde o dia 27 de julho, mesmo que a Petrobras tenha promovido três cortes no valor cobrado por suas refinarias neste período.

42 comentários:

  1. EFEITO LULA


    KKKKKKKKK



    É 13

    ResponderExcluir
  2. Viu aí gado safado.


    Mas como o gado é trouxa


    Otario é otário

    ResponderExcluir
  3. Isso mostra o DESESPERO do pior presidente que o Brasil já teve.


    É 13 para o Brasil voltar a ser feliz.

    ResponderExcluir
  4. Vou de Lula.

    Voto em Lula

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A maré verde-amarela que inundou o Brasil de norte a sul e de leste a oeste, varreu a rataiada petralha para as redes de esgotos e sarjetas. O desespero apoderou-se definitivamente dos traidores da pátria, os pseudos comunistas que adoram verbas públicas, nunca trabalham e vivem parasitando as tetas da lei "Roubanet" e penduricalhos aprovados pelos bandidos para o enriquecimento de ladrões e sanguessugas que, após saquearem o país, vão morar na Europa e Estados Unidos às custas da miséria do povo brasileiro. Após a grande maré verde-amarela de 7 de setembro, os canalhas tiveram a certeza que a vitória do MITO será no primeiro turno.
      O LADRÃO NÃO TEM VOTO!
      Somente as índices de pesquisas fabricadas e os votos de eleitores fantasmas poderão realizar o milagre do demônio a favor do Molusco Ladrão. A maré verde-amarela escancarou a farsa! O povo deu a resposta aos traidores da pátria!
      Todos os comícios e manifestações do Ladrão, mesmo com o pagamento de propinas e fornecimento de pão com mortadela e capim, não conseguem reunir 5.000 jumentos! KKKKKKKKKKKKK
      KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

      Excluir
  5. Kkkkkkk o PT quebrou a Petrobrás e agora quer voltar pra fechar as Portas de vez kkkkk mais Deus não Vai deixar não Bando de Ladrões

    ResponderExcluir
  6. Olha o tipo de petista desesperado xinga e quer diminuir outros por querer votar em outra pessoa. Será que o gado é quem mesmo?

    ResponderExcluir
  7. Fã clube existe no mundo inteiro ,agora fã clube de ladrao só no Brasil mesmo !

    ResponderExcluir
  8. EM ITABUNA A PORRA TÁ É SUBINDO,
    DE 5,55 AGORA TA 5,75,. TERRA DE PILANTRAS
    TEIXEIRA E SALVADOR SE ACHA DE 4.95.
    TERRA DE PILANTRAS USURÁVEIS, CARTELIZADO.
    KD O VEREADOR QUE DISSE QUE IA INVESTIGAR,
    JA DEVE TAR NO BOLSO TAMBÉM.

    ResponderExcluir
  9. Lula roubou milhões, enriqueceu os banco, e ainda tem uns acéfalos que os defendem. kkkkk
    Com diz Ciro gomes : " Lula, um encantador de burros e serpentes" kkkkkk

    ResponderExcluir
  10. Lula é minha pomba!!!

    ResponderExcluir
  11. Otária quem vota no bolsonaro

    ResponderExcluir
  12. independente de politica, terceiro reajuste nas ultimas duas semanas e os postos de Itabuna não fizeram reajuste pra baixo e no dia 6, por livre e espontânea vontade os postos subiram os preços, sem nenhum nenhuma justificativa. Esse cartel passou da hora de acabar, preço tabelado entre empresarios, povo de itabuna tem que se mobilizar e denunciar, todos que poderem denunciar para a ANP é fundamental !!!

    ResponderExcluir
  13. Lula vai mostra a esse gado com é que trabalha

    ResponderExcluir
  14. Se depois da eleição o combustivel subir ,nós vamos se reunir pra fazer a maior revolução da Bahia, vamos quebrar tudo ,queimar ônibus ,tocar fogo em posto de combustível e muito mais

    ResponderExcluir
  15. Esse site apoia ladrão e isso?

    ResponderExcluir
  16. e os postos de Itabuna reajustarão os preços sem a Acelen ou Petrobras reajustar passando de 5,55 para 5,75 e ninguém sabe explicar o motivo

    ResponderExcluir
  17. Em itabuna continua o cartel dos combustíveis uma verdadeira vergonha .

    ResponderExcluir
  18. Queremos saber o porque a gasolina em Itabuna aumentou 20 centavos. Fale sobre isso verdinho.

    ResponderExcluir
  19. Itabuna é Peixotobras q manda aumentar ou baixar.
    Petrobras é pros fracos

    ResponderExcluir
  20. Bolsonaro neles. É MITO 2022

    ResponderExcluir
  21. Mas quem tá achando ruim, é só fazer igual ao governador da Bahia q foi pra justiça tentar impedir a redução do preço do combustível. E os trouxas esquerdistas não falam né

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza o Sr deve pagar bem as pessoas que fazem serviço em sua casa com certeza o Sr. Acolhe as pessoas menos favorecidas financeiramete; aos empregados domésticos e aos serviços braçais. Mostre-nos essa qualidade q mudo meu voto ou, caso contrário, o Sr é mais um bolsonaristA atolado na síndrome do vira lata.

      Excluir
  22. Respostas
    1. Seu cu! A resposta foi dada dia 07 de setembro a beira rio LOTADA DE VERDE E AMARELO Verdinho posta viu quero ver a liberdade de expressão

      Excluir
    2. Sai desse meio rapaz, fale por você, ninguém aqui é doido nem companheiro de bandido!

      Excluir
  23. Bozoasno tá desesperado mesmo

    ResponderExcluir
  24. Efeito lula kkkk até o gado sabe disso . Kkkkkkkkk mas voto em lula, porque uma coisa não tem nada a ver com a outra.

    ResponderExcluir
  25. Eu já tinha cantado a pedra antes, esse é o mundo político! Desgraça mesmo vai ser depois das eleições seja qual for o eleito 😪😢😔

    ResponderExcluir
  26. O nome disso aí é : COMPRA DE VOTOS !
    E tem muitos bocós que irão se vender ...

    ResponderExcluir
  27. Bolsonaro é retado mesmo com o mundo inteiro pagando mas caro no combustível ele tá forçando preço baixo até julho esse é Bozo 22 tá eleito.

    ResponderExcluir
  28. Em Ilhéus a gasolina subiu 20 centavos o litro nessa sexta feira.

    ResponderExcluir
  29. Depois da eleição a gasolina vai para dez Reais. Governo de bandidos, todas as ilegalidades de bolsonaro estão passando, com a anuência do poder judiciário: Propaganda eleitoral no sete de setembro, aumento do auxílio Brasil, para comprar votos da véspera das eleições, orçamento secreto para comprar os deputados má conduta na crise do Covid. Nada vai passar, pois tem uma barreira chamado Augusto Aras e um Congresso comprado com dinheiro público. Se for reeleito as instituições do Brasil tiver um mínimo de vergonha, será cassado.

    ResponderExcluir
  30. Lula livre 🙏 13 nos alienados de Bostanaro 🤪😂

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Em Itabuna,não vejo essa queda. Cidade de empresários canalhas.

      Excluir
  31. Kkkkkkkk o choro é livre kkkkkk olha os comentários o desespero dos esquerdalhas kkkkk

    ResponderExcluir
  32. Engraçado que em itabuna fez foi aumentar! Olha o cartel…

    ResponderExcluir