quarta-feira, 5 de outubro de 2022

Auxílio Brasil tem cerca de 500 mil beneficiários a mais em outubro

O programa Auxílio Brasil chegou em outubro deste ano ao maior patamar do programa, com 20,65 milhões de famílias beneficiadas. Ao programa A Voz do Brasil desta terça-feira (4), o ministro da Cidadania, Ronaldo Bento, disse que cerca de 500 mil famílias foram incluídas no programa neste mês.

De acordo com o novo calendário, os repasses do valor mínimo de R$ 600 por família vão começar na terça-feira (11) para beneficiários com Número de Identificação Social (NIS) terminado em 1. Os pagamentos serão de forma escalonada até 25 de outubro. Nesta data, receberão os contemplados pelo programa com final do NIS 0.

De acordo com o ministro, o programa está em constante aperfeiçoamento e leva muito a sério as condicionantes para o recebimento do benefício, como presença de crianças e jovens de 3 a 21 anos no sistema de ensino, cumprimento da caderneta de vacinação e, no caso de gestantes, fazer o pré-natal.

Ronaldo Bento ressaltou que o Auxílio Brasil zerou a fila de pessoas necessitadas do benefício. “Então já foram incluídas mais de 8 milhões de novas famílias no benefício Auxílio Brasil, e a gente vem com o processo de aperfeiçoamento do nosso Cadastro Único, porta de entrada dos programas sociais, fazendo com que hoje 100% das famílias em situação de pobreza extrema estejam acolhidas pelo programa Auxilio Brasil”.

10 comentários:

  1. MUITO BEM,ESSE FOI O UNICO PRESIDENTE DO BRASIL QUE AJUDA OS NECESSITADOS,AUMENTANDO O VALOR DO BOLSA FAMILIA,QUE É AUXILIO BRASIL,BOLSONARO MERECE CONTINUAR NO PODER

    ResponderExcluir
  2. Esses miseráveis querem mais oque,eu trabalhobtodos os dias pra pagar auxílio pra pobre miserável,fora bolso pobre tem que comer e migalha,principalmente esses ai da bahia,ainda bem que fui embora desse inferno

    ResponderExcluir
  3. Tudo mentira ,cortou quem já recebia bolsa família.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. APROVOU OS QUE REALMENTE PRECISA,SE ENQUADRAM NOS CRITERIOS

      Excluir
  4. Compra de voto na cara dura. Antes não tinha dinheiro agora emcima das eleições tá soltando o dinheiro a rodo. E outra antes dos bostonaros fala merda . Ele nunca quis da esse auxílio desde o início. O senado que o obrigou na pandemia . Aí É chamar o pobre de trouxa . Mais bem, peguem o dinheiro e comemorem a vitória do 1️⃣3️⃣ dia 30. Cadeia para bostonaro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ERRADO É DEIXAR LULA APTO PARA CONCORRER AS ELEIÇOES,DEVERIA SER PUNIDO KKKKKKK,FORA DE ELEIÇOES

      Excluir
  5. Compreendo a necessidade de ajudar o menos favorecido, mas isso aí de antecipação, assim como foi o caso do bolsa família na época, nada mais do que cabrestar o voto e não ajuda efetivamente na melhoria de vida de ninguém, por vezes até acomoda a pessoa ir buscar um trabalho que melhore efetivamente sua vida e de seus familiares. Enfim, continuam dando peixe no lugar de ensinar o povo a pescar, e o pior tem gente que ainda diz que é a benevolência do presidente. Tínhamos outros nomes bons neste ano, pena que o povo encucou com os dois que estão aí.

    ResponderExcluir
  6. E crime eleitoral,o TSE não faz nada.13 neles. Tinha que ter o 3 turno pra Bolsonaro, virá irmã Dulce. Pra ser canonizado.kkkkklll!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kkkkkkkkkkkkkkkkkkk, esse diabo tem mil faces, mas o povo não cai nessa não, já sabem que ele é cruel e desumano, um lixo. #13 LULA neles #13 Jerônimo, filho de Maria Homem, kkkklkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, chupa raça ruim.

      Excluir