quinta-feira, 20 de outubro de 2022

Suspeito de estuprar enteada é encontrado morto em Vitória da Conquista

O homem suspeito de estuprar a enteada de 12 anos foi encontrado morto ontem (19), em Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia. Ao G1, a Polícia Militar informou que o corpo de Matheus dos Santos Gonçalves, de 34 anos, foi achado em um matagal, próximo a um hospital da cidade e não apresentava sinais de violência. 

O suspeito foi preso em abril de 2018. A PM isolou o local em que o homem foi encontrado e acionou o Departamento de Polícia Técnica (DPT). O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML). Não há detalhes sobre o sepultamento.

A Polícia Civil da região informou que havia um mandado de prisão em aberto contra Matheus por estupro de vulnerável, mas não detalhou se era outro caso ou o mesmo ocorrido em 2018.


Relembre o caso

Quando foi preso em 2018, Matheus dos Santos Gonçalves confessou à polícia que abusava da enteada há cerca de seis meses.

À delegada Rosilene Correia, da 10ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Vitória da Conquista), o homem disse que iria manter a relação com a adolescente e a mãe dela até que a vítima alcançasse a maior idade, quando a menina já pudesse casar com ele.

Segundo a Polícia Civil, o caso foi denunciado pela companheira de Matheus e mãe da criança, que resolveu procurar ajuda após desconfiar do estupro. Ele já possuía passagem pela polícia por roubo.

Na época, o homem foi encaminhado para o Conjunto Penal de Vitória da Conquista, onde ficou à disposição da Justiça. 

4 comentários:

  1. Foi p o inferno!! Parabéns a quem fez esse favor de mandar esse verme abraçar ó capeta!! Já foi tarde 🙌🏼🙌🏼

    ResponderExcluir
  2. Esse os malditos não vai consagrar a pastor

    ResponderExcluir
  3. Aqui na região tem até quem dá proteção esposa e irmãos

    ResponderExcluir
  4. Foi muito ousado o bandido vagabundo ainda teve coragem de dizer que ia continuar com a relação com a menina e a mãe até ter idade para casar com ele procurou a morte

    ResponderExcluir