sexta-feira, 6 de janeiro de 2023

Presídio diz que detento encontrado morto em cela, com ferimentos no rosto, teria infartado

O detento do Conjunto Penal de Feira de Santana, cidade a cerca de 100 km de Salvador, que foi encontrado morto na madrugada de quinta-feira (5), teria infartado, segundo a direção do presídio. Egberto de Jesus foi encontrado na cela em que respondia por tráfico de drogas desde 2020.

Ele foi encontrado com lesões no rosto, supostamente provocadas por agressões de colegas de cela. Inicialmente, a suspeita era que a morte havia sido provocada por traumatismo crânioencefálico. No entanto, a direção do presídio deu a versão do infarto.

Ainda segundo o presídio, em 2022 Egberto já havia sido internado por dois meses, para tratar problemas cardíacos. O laudo cadavérico, que esclarecerá a causa da morte, ficará pronto em 30 dias.

Depois de encontrado ferido na cela, Egberto chegou a ser levado para o Hospital Geral Clériston Andrade, mas não resistiu. A Secretária de Administração Penitenciária e Ressocialização do Estado da Bahia (Seap) foi procurada, mas não respondeu ao contato.


2 comentários:

  1. De tanto pau!!🤣🤣🤣🤣🤣🤣

    ResponderExcluir
  2. A se todos os detentos desse presidio morresse de infarto! Era menos dinheiro tirado dos trabalhadores que sustentam esses inúteis! kkk

    ResponderExcluir