terça-feira, 13 de junho de 2023

Golpes em compra e venda de veículos online têm aumento de 15% na Bahia

 

Marcos Antônio Guimarães, um agente de trânsito de 48 anos, foi vítima de um golpe enquanto navegava pelo site de classificados OLX em busca de um carro. Ao deparar-se com uma oferta tentadora, Guimarães fez um pagamento inicial de R$2.000, mas logo percebeu que se tratava de uma fraude quando o vendedor parou de responder às suas mensagens.

Infelizmente, o caso de Guimarães não é isolado. De acordo com um estudo realizado pela OLX, entre janeiro e abril deste ano, a Bahia registrou um aumento de 15% nos golpes relacionados a transações de compra e venda de veículos online, em comparação com o mesmo período do ano passado.

 A pesquisa, que abrange todo o país, revela que a Bahia ocupa a sexta posição entre os estados com maior incidência de fraudes, ficando atrás de São Paulo, Minas Gerais, Santa Catarina, Rio de Janeiro e Paraná. Embora o índice tenha aumentado na Bahia, a nível nacional houve uma queda de 54%, totalizando 37.400 casos no primeiro quadrimestre do ano.

Segundo João Kobayashi, diretor de produto da OLX, existem duas razões principais para o aumento desses golpes na Bahia. "À medida que mais pessoas migram para a plataforma digital devido à crescente digitalização, é natural que ocorra um aumento nos golpes digitais. Além disso, à medida que a polícia atua em determinados estados, observamos uma migração das quadrilhas para outros estados. Quando fechamos as portas em um lugar, eles se deslocam para outro", explica Kobayashi.

Entre os golpes mais comuns, destacam-se a falsa venda e o golpe do falso intermediário. Na falsa venda, o fraudador cria anúncios falsos com condições muito atrativas para os compradores, solicitando adiantamentos financeiros para garantir a reserva do veículo. Já no golpe do falso intermediário, o golpista age como intermediário entre vendedores e compradores legítimos, direcionando o pagamento para si mesmo.

Kobayashi menciona que os golpistas utilizam táticas como apelos emocionais e a migração para plataformas menos monitoradas, onde são mais propensos a enganar as vítimas. Ele ressalta que a OLX oferece duas soluções de segurança para automóveis: perfis verificados e histórico veicular. 

Os perfis verificados passam por um processo de verificação mais rigoroso, incluindo a confirmação da identidade do usuário por meio de foto com documento de identificação e biometria facial. Já o histórico veicular fornece informações detalhadas sobre o histórico do carro, como leilões, multas e quantidade de proprietários anteriores.

É importante ressaltar que os dados da pesquisa não estão relacionados especificamente à OLX, mas são uma análise geral do mercado. Marcos Guimarães, vítima de um desses golpes, alerta os consumidores sobre os cuidados a serem tomados ao realizar transações online. 

8 comentários:

  1. ISSO É CASTIGO VIU SEU AGENTE? ABRE O OLHO SEVE PARA TODOS SOU A FAVOR DO CORRETO SOBRE TUDO TEM SITUACOES DE TRABALHADORES QUE ESSES CARAS TEM O PRAZER DE FUDER COM O CIDADÃO. SÃO PIORES QUE OS FEDERAIS.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando a esmola é grande, desconfie sempre do doador. Laranja madura na beira da estrada, Zé, tá bichada....

      Excluir
  2. Tem um golpista , atuando direto pelo olx , Facebook máximo de cuidado.

    ResponderExcluir
  3. Olho grande também faz o cabra perder dinheiro e, muitas vezes, não é pouco!! Como é que um carro que tem tabela Fipe e é oferecido a maioria por um certo valor, por exemplo, R$ 50.000,00 e um ou outro anúncio oferece outro carro semelhante, do mesmo ano de fabricação, modelo, conservação, Kilometragem, fotos bonitas... por R$ 30.000,00 e exige um adiantamento pra "segurar/garantir" a negociação e o comprador manda esse adiantamento? É criança, é ? Ou idiota, tirado a esperto?

    ResponderExcluir
  4. Tem quadrilha de chilenos e colombiano em itabuna,
    Parece que só não sabe a polícia.

    ResponderExcluir
  5. Povo idiota, está vendo as coisas como é e paga logo sem ter certeza!

    ResponderExcluir
  6. Eu teria vergonha de ser agente de trânsito e cair em um golpe desse kkkkkk isso não é nada pro q vcs tiram sem necessidade do trabalhador, acho pouco

    ResponderExcluir