segunda-feira, 16 de outubro de 2023

Bruxa solta: acidente na BR-415 entre Itabuna e Itapé resulta em mais uma vítima fatal

Mais um acidente com vítima fatal, ocorrido na região, foi registrado nesta segunda-feira (16), tendo este ocorrido na BR-415, no trecho entre Itabuna e Itapé. 

De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal, houve colisão entre um carro de passeio e uma motocicleta. Jane Maria Pereira, 53 anos, era uma das ocupantes do automóvel e não resistiu ao acidente que aconteceu nesta tarde, embora tenha sido socorrida.

Ainda segundo a PRF, outra mulher, que conduzia o carro, teve ferimentos leves. O motociclista ficou gravemente ferido e foi socorrido por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu 192) para o Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães, em Itabuna.

O corpo de Jane Maria foi removido para a sede do Departamento de Polícia Técnica, no Complexo Policial de Itabuna. As causas do acidente são investigadas pela PRF. 

22 comentários:

  1. Eu vi esse carro hoje há tarde parado aque perto da praça do Santo antonio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tá falando merda, o acidente foi pela manhã.

      Excluir
  2. Que Deus conforte os familiares

    ResponderExcluir
  3. Que Deus conforte a família

    ResponderExcluir
  4. Estou chocada com está notícia , meu sentimento a família , Deus conforte o coração de vcs

    ResponderExcluir
  5. " A bruxa solta" o anunciado fez lembrar esse comentarista que trabalhou nesse trecho dessa rodovia no início de 1980 vindo de Salvador no qual trabalhou na Estrada do Coco e na estrada da Basse Naval de Aratu, a sede da Polícia Rodoviária Estadual situava-se em Brotas, na Avenida, Dom João VI, Salvador- Ba, o comando da Polícia Rodoviária Estadual então Major da Policia Militar Braz, subcomandante o capitão da Polícia Militar, Ourico.

    Esse comentarista lembra e muito bem que prestou muito socorro as pessoas vitimas de acidentes nesse trecho, Floresta Azul a entrada de Itabuna onde situava o Posto da Polícia Rodoviária Estadual, então 4º Pelotão ao ingressar no efetivo de Itabuna só existia 11 Patrulheiros Rodoviários em Itabuna que cobria uma grande área.

    Itapetinga Ilhéus, Canavieira, Pau Brasil, Una, Itacaré, Itajuípe Coaraci, Poções e todo ano a estrada da Lapa devido a movimentação dos romeiros, voltando o anunciado a "Bruxa Solta" nesse espaço de tempo acima citado ocorreram muitas mortes na rodovia entre Itapé x Itabuna, atropelamentos de transeuntes , atropelamento de bicicletas e animais causando vítimas fatais, motos, colisões de carros eram rotina, além dos acidentes fatais na famosa Curva do Boi que muitos morreram e outros afetados por alguma deficiência.

    Além do mais, o trevo que hoje situa-se o Viaduto Paulo Souto, muitas pessoas pereceram nesse local e a Polícia Rodoviária Estadual que fazia a ocorrência, existia o Posto da Polícia Rodoviária Federal indo para Itajuípe e se encontra no mesmo local, porém, a ocorrência, socorro a(as) vítima(as) era de quem chegasse primeiro no local do acidente.

    Vou relatar um fato ocorrido nesse local que era extremamente perigoso, estávamos de plantão no Posto da Polícia Rodoviária Estadual na saída de Itabuna a Ferradas, às 3 horas da madrugada, chovendo, chegou um aviso que acabava de acontecer um acidente, uma colisão entre um fusca e outro carro, não lembro o tipo do carro.

    Imediatamente deslocamos com a Caravan que continha uma maca, esse então Patrulheiro que vos comenta, o motorista da viatura e outro colega de nome de guerra Portugal, que recentemente chegou de Salvador e não conhecia a área do trevo.

    Quem se lembra sabe que existia uns buracos que por baixo era galeria de água pluvial e tudo escuro, porém, estávamos com lanternas e mortos tinha 4 no local, necessitando de socorro urgente os três. Após conduzir os enfermos ao Hospital e fazer ocorrência, tudo escuro e sentimos falta de Portugal e gritamos, Portugal! Portugal! Ouvimos uma voz bem distante, "tô aqui companheiro" Portugal caiu no buraco e pra tirar o colega precisou jogar a corda e o negão saiu todo molhado e sujo.

    Enfim, tiramos o sarro do colega por muito tempo, "tô aqui companheiro"!
    Como ver, "a bruxa vive solta a muito tempo.

    Finalização: Não sei se Portugal ainda vivi, se vive comente, só sei que meu melhor colega de trabalho morreu a mais ou menos os 2 anos, o doce amigo e colega, Edvaldo Cabeção, sabia tudo de Policiamento Rodoviário.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ninguém merece! vai se oferecer para escrever as crônicas chatas no Muqueca sem Pimenta. Aqui não é ALM, academia de Letras de Mutuns.

      Excluir
    2. Kkkkkkkkkkkkkkkk, esse filho de Mutuns é um mala, mal resolvido, kkkkkkkkkkkkkkkk.

      Excluir
  6. Que Deus conforte os familiares

    ResponderExcluir
  7. Esse símbolo aí no capô já indicava a tragédia parece a.moca que o marido morreu a pouco né ele mora ali no monte Cristo

    ResponderExcluir
  8. Um monte de barbeiras que se acham motoristas, pensando que dirigir numa BR é a mesma coisa de dirigir dentro da cidade !! Itabuna o que tem de mulher bomba relógio no trânsito, não tá no gibi , bando de barbeiras que se acham motorista!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente! Tem muitas que muito mal puxa o carro pra frente

      Excluir
  9. Essas caixa de leite chamado Mobi, parece carro de brinquedo! Na mão de mulher que não sabe dirigir, a combinação só pode ser essa! Tragédia 💀☠️

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mulher no volante perigo constante

      Excluir
    2. E vc concerteza deve ser o maioral ,machista ,motorista proficional

      Excluir
    3. Vai estudar carniça!! Para de relinchar nos comentários!!

      Excluir
  10. Falou a verdade,conheço uma que foi de Buerarema até Itabuna com o capú aberto,foi perceber lá na juraci Magalhães,já pensou se suspendesse na BR 101.

    ResponderExcluir
  11. Pessoal! Antes de frear, utilize s desaceleração, vulgo freio motor! Segure firme no volante, olhe os retrovisores, em curvas, freio motor primeiro, depois pise suavemente no freio, se carro, ou aperte os freios, se moto, vá desacelerando aos poucos e sempre atento ao trânsito; Se for ultrapassar, faça sinalizando e pela pista oposta à qual, quem está à frente se encontra, atenção, respeito pela natureza, pois, chuva, vento, orvalho, combina com velocidade baixa, farol baixo e velocidade reduzida; enfim, atenção e bom senso, sempre! Meus sentimentos à família da vítima!

    ResponderExcluir
  12. Essa tal ITAPÉ é cidade ?
    Fica em qual estado ?

    ResponderExcluir