quarta-feira, 18 de outubro de 2023

Ex-prefeito de Itabuna, José Oduque Teixeira celebra um século de vida

O ex-prefeito de Itabuna, o empresário José Oduque Teixeira, comemora, nesta quarta-feira (18), um século de vida. 

Oduque foi o líder do executivo itabunense entre 1973 a 1977, com passagens pela presidência dos principais clubes de serviços de Itabuna.

Graduado Direito, Oduque, além de político, é administrador, e dono de patrimônio considerável, fruto de visão sempre empreendedora. 

Foi proprietário de concessionárias, sendo o maior revendedor Ford da região do cacau, e há quem ainda o tenha visto, há não muito tempo, em seu velho Del Rey marrom. Foi dono de rádio, de jornal, de rede de supermercado, de posto de combustíveis e foi também produtor de cacau. 

Mais recentemente, passou seus negócios para uma junta administrativa, comandada por seus filhos e gente de sua inteira confiança. 

A solenidade do aniversário, em alto estilo, acontecerá nas dependências da Associação Atlética Banco do Brasil (AABB), no bairro São Judas, em Itabuna para centenas de convidados, sob a coordenação de seus familiares. 

O evento festivo de Oduque tem início, conforme convite, às 10h30, quando seus familiares e amigos o congratularão. 

José Oduque Teixeira natural da cidade de Ribeirópolis, em Sergipe. Ainda jovem chegou em terras grapiúnas no início dos anos 40, construindo aqui à sua família e o seu império, proporcionando centenas de empregos e fomentando a economia regional. 

19 comentários:

  1. Parabéns Oduque, grande ex Prefeito de Itabuna.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda havia homens sérios na época desse senhor!! Minha avó tinha um papagaio que quando a passeata dele passava, falava;" Oduque, Oduque!!". Bons tempos por diversos motivos!!

      Excluir
  2. Estamos esperando a praia que ele prometeu cadê os 5 mil caminhão de areia ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sabes reconhecer um homem que fez sua independência financeira com o trabalho e a honestidade, recolha-se à sua insignificância, ignorância e estupidez, e permaneça em seu chiqueiro em silêncio.

      Excluir
    2. Um petralha, um jumento. Alguém saberia informar a diferença? Com certeza o jumento é milhares de vezes mais digno, honesto e inteligente. Um petralha consegue apenas repetir as narrativas idiotas de um Ladrão Cachaceiro!

      Excluir
  3. Quero ver quando ele vai trazer praia pra Itabuna

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um petralha, um jumento. Alguém saberia informar a diferença? Com certeza o jumento é milhares de vezes mais digno, honesto e inteligente. Um petralha consegue apenas repetir as narrativas idiotas de um Ladrão Cachaceiro!

      Excluir
  4. Candidatou se de novo,e nada o povo gosta de pancadinhas,Xavierres e outros malandros, então vcs que tem filhos e netos continuem votando nesses elementos e se f.......

    ResponderExcluir
  5. A vida passou e não soube viver

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O cara tá fazendo 100 anos de idade e vc fala que ele não soube viver. Quero ver vc chegar a essa idade que ele chegou

      Excluir
  6. Quero ver alguém, chama lo de corrupto ou de ladrão. Políticos safados, tomem vergonha

    ResponderExcluir
  7. Não aproveitou nada da vida, avarento infelizmente...

    ResponderExcluir
  8. Dr. Oduque Teixeira, advogado que nenhuma causa fez defesa, nem processou ninguém, porém, todo ano paga a OAB e sempre participa da eleição da OAB de Itabuna-Ba.

    É inegável que o Dr. Oduque é um homem correto, preserva seu bom nome, afinal, o que se leva dessa vida é seu bom nome. Um século de vida é para ser homenageado, dr. Oduque Teixeira, vida longa você alcançou, parabéns, porém, doravante é por sua conta e risco, cada dia vivo é uma vitória.

    Esse comentarista é programado pra viver 100 anos, após um século de vida pode morrer feliz!

    Espero que você morra também feliz! Você é privilegiado nesse seleto clube que são contado a dedo, "você é luz, raio, estrela e luar, manhã de sol" pra você essa metáfora. Você é paradigma Dr. Oduque Teixeira, você é imortal faz parte da História de Itabuna.

    Pra finalizar: na Avenida Manoel Chaves foi feito uma requalificação e foi tirado os pranchões de cimento armado totalmente perfeito que foi realizado em sua administração de Itabuna é a prova cabal da sua honestidade, uma obra de meio século de vida totalmente em bom uso, o ferro e cimento bem compactado a prova de material de qualidade.
    Sem mais delongas, feliz aniversário Dr. Oduque Teixeira.

    ResponderExcluir
  9. Um cidadão respeitável, detentor de virtudes que hoje são execradas. Esse aí é daquele tempo em que a HONESTIDADE, a MORALIDADE, a ÉTICA, a SINCERIDADE, a VERGONHA, a PALAVRA GARANTIDA, eram virtudes valorizadas mais que o ouro. Uma época em que a administração da coisa pública era encarada com seriedade e o cargo de vereador era uma "prestação de serviço social", pois não recebia remuneração. Talvez porisso é que quase todos os cargos de vereadores eram preenchidos por homens e mulheres sérios, trabalhadores, profissionais liberais que não dependiam do dinheiro público para viverem. Diferentemente dos dias atuais, onde ser um saqueador do erário público é uma condição aplaudida e aceita pela "justiça" como um indicativo de "bravura" e santidade. Os tempos bons de outrora se foram, quem os viveu agradeça a Deus pela graça e o privilégio, pois a tal felicidade se foi, resta a saudade e a certeza que os dias vindouros serão piores que o presente. Que Deus tenha piedade de todos nós e nos abencoe!

    ResponderExcluir
  10. Ele deixou as contas de Itabuna com saldo positivo .
    Isso é que importa, honestidade.

    ResponderExcluir
  11. Aí é Highlander...só morre se cortar a cabeça.....kkkkkkkk....munraaaa o imortal ,o ser eterno

    ResponderExcluir
  12. Fez uma administração calcada na seriedade, na honestidade e respeito ao dinheiro público. É um ícone de uma era em que os cidadãos prezavam a honestidade e a garantia da palavra era um documento. As pessoas realizavam transações comerciais baseadas na confiança que cada um merecia, este era o documento mais importante e definitivo. Um homem sem palavra era um ser a ser evitado. Este cidadão quando tornou-se prefeito, trouxe para a política a sua filosofia de vida particular e agiu com lisura e retidão nas lides com a coisa pública. Um exemplo que não foi replicado pelos seus sucessores. Infelizmente no Brasil se copia apenas o que não presta, haja vista que, presentemente, ser um Ladrão é ser um herói.

    ResponderExcluir
  13. Com certeza ele nunca recebeu joias "de presente" ! Homem honesto, íntegro, diferente dos atuais políticos (Ladrões).

    ResponderExcluir
  14. Mané, kkkkk a matéria não tem nada sobre jóia kkkkkkkkkkkk. Vá lavar a calcinha da mulher que tá suja.

    ResponderExcluir