sexta-feira, 6 de outubro de 2023

Polícia encontra corpos de suspeitos de matar médicos no Rio de Janeiro

A Polícia Civil encontrou os corpos de traficantes que são suspeitos de executar três médicos no Rio de Janeiro. Os corpos estavam dentro de dois carros, localizados na noite desta quinta-feira (05) na Zona Oeste do Rio. As informações são do G1.

Ao todo, quatro corpos foram localizados pela Delegacia de Homicídios, com o apoio da inteligência da polícia: três estavam dentro de um carro na Rua Abrahão Jabour, nas proximidades do Riocentro; e outro no segundo veículo, na Avenida Tenente-Coronel Muniz de Aragão, na Gardênia Azul.

A polícia identificou os corpos de Philip Motta Pereira, o Lesk e o de Ryan Nunes de Almeida, o Ryan, que integrava o grupo liderado por Lesk, chamado de “Equipe Sombra”. Os outros dois corpos que foram encontrados ainda serão identificados.

A investigação já apurou que dois suspeitos de envolvimento no ataque — Bruno Pinto Matias, o Preto Fosco, e Juan Breno Malta Ramos Rodrigues, o BMW — não estão entre os mortos.

13 comentários:

  1. Estranho, traficantes matando médicos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estranha é a sua interpretação. Médicos são deuses ou seres superiores?
      Os cidadãos trabalhadores, honestos e pagadofres dos injustos impostos, morrem diuturnamente massacrados por bandidos e agentes da "força de segurança" e NINGUÉM se choca com a matança diária. por que? Porquê somos escravos obrigados a sustentar uma corja de bandidos, vagabundos e parasitas filhos de Satanás?

      Excluir
    2. e quem matou os traficantes ?

      Excluir
    3. Ja pensou em buscar ajuda com terapeuta ou pisicologo? Há muita violencia em suas palavras.

      Excluir
  2. Quem tah comendo essa farofa, já que a polícia sabe de tudo cadê o carro?

    ResponderExcluir
  3. A polícia descobriu até quem matou,mas não,encontra o veículo,piada de mau gosto

    ResponderExcluir
  4. O Brasil nas mãos dos marginais,
    Em todos os sentidos,, em Brasília estão os chefes os comandantes.
    A BAHIA não fica atrás, são 17 anos de roubos e desmandos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. RJ, terra da rachadinha e da milícia....kkkkkkk

      Excluir
  5. Kd a deputada sámia Bomfim, pra defender esses bandidos agora?

    ResponderExcluir
  6. A diferença do CV do Rio de Janeiro p esses bosta daqui q é tudo 2 ne CV Bahia lá no Rio de Janeiro matou inocente vai de vála logo aqui não eles comemora

    ResponderExcluir
  7. Esse de camisa preta parece com o assassino Lucas Cruz que assassinou a cabeleireira Luana Brito

    ResponderExcluir
  8. Isso serve de lição para quem entra nessa morte anunciada! Recebe ordens erradas, matam pessoas inocentes e depois morrem pelos mesmos que os mandaram! Isso é que é uma tragédia humana! Total perda de valores! Cadê a humanidade meu povo? Isso não é vida! Saiam dessa! Morreram assassinos e assassinados! Que tristeza para os médicos inocentes! Para os outros! Que sirva de lição e não entrem nessas roubadas! Vagabundos não gostam de ninguém! A começar pelos de Brasília que primeiro é o deles! Para depois pensarem em quem os banca lá! Tudo errado! Por sorte! Com Lula menos pior! Porque os abutres não o deixam governar! Bandidos! Meus sentimentos, às famílias das vítimas!

    ResponderExcluir
  9. @verdinho

    o texto esta confuso aoninformar que BMW não esta entre os mortos.

    A investigação já apurou que dois suspeitos de envolvimento no ataque — Bruno Pinto Matias, o Preto Fosco, e Juan Breno Malta Ramos Rodrigues, o BMW — não estão entre os mortos.

    ResponderExcluir