terça-feira, 31 de outubro de 2023

Polícia prende suspeito de matar esposa em São João do Panelinha; crime teve participação de outras duas pessoas

Após investigações, a Polícia Civil esclareceu autoria, motivação e circunstâncias do assassinato de Marineide Lima de Souza, 43 anos, em crime ocorrido em São João do Panelinha, distrito de Camacan. 

De acordo com informações policiais, Marineide e Almir Alves Moreira estavam juntos há cerca de quatro meses. O casal trabalhava e morava na Fazenda Estrela D'alva, localizada naquele distrito. Os relatos são de que ambos sofrem de alcoolismo, de modo que as brigas eram constantes. 

No último domingo (29), Marineide saiu de casa às 09h, foi para a feira livre, embriagou-se, e só retornou pra casa às 21h. Uma confusão começou, e durante a briga, Marineide desferiu três golpes de faca em Almir, que lhe atingiram pescoço e perna. Ele foi socorrido para uma unidade hospitalar, medicado e liberado. Almir então, retornou para a fazenda, com sede de vingança.

E para matar a esposa violentamente, com facadas e pauladas, Almir contou com a ajuda de mais duas pessoas: um outro funcionário da fazenda, identificado como Edni dos Santos, e ainda, o proprietário da fazenda, identificado como Luiz Eduardo Malta da Silva. Este último, foi candidato a vereador em 2020, conforme imagem abaixo do Diário Cidade. 

O trio suspeito do bárbaro assassinato foi preso em Camacan, e e posteriormente foram recambiados para o Conjunto Penal de Itabuna. Luiz Malta e Edni responderão por homicídio, e Almir, por feminicídio.

O corpo de Marineide foi encontrado em cima da cama, bastante machucado, ensanguentado, vestindo apenas calcinha. Ela deixa quatro filhos, de relacionamentos anteriores. 

Matéria atualizada às 22h40

Um familiar de Luiz Malta fez contato com o Verdinho Itabuna e informou que "foi, por conta própria, prestar esclarecimentos e ficou na delegacia de Camacã até  a manhã desta terça-feira (31), quando foi liberado por ser inocente.".

De acordo com informações da parente de Malta, foi ele mesmo, inclusive, quem acionou a polícia ainda durante a confusão entre o casal. 

Um comentário:

  1. Será quê a vítima foi indiciada por hominícideo? esse país é uma vergonha

    ResponderExcluir