terça-feira, 26 de dezembro de 2023

Operação Natal: 51 acidentes com 18 mortos são registrados nas rodovias federais da Bahia

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) encerrou, na segunda-feira (25), a Operação Natal, que teve início na terça (19) nas rodovias federais que cortam a Bahia. No estado, foram registrados 51 acidentes, 22 destes graves, com 59 pessoas feridas e 18 mortes.

Em relação ao mesmo período do ano passado, quando cinco pessoas morreram, houve aumento de 260% no número de óbitos em 2023.

Do total de acidentes, o número foi 24,39% maior em relação ao mesmo período do ano passado, quando 54 pessoas ficaram feridas. Veja dados abaixo:

2023

👉 Total de acidentes: 51

👉Acidentes graves: 22

👉Pessoas feridas: 59

👉Óbitos: 18


2022

👉Total de acidentes: 41

👉Acidentes graves: 19

👉Pessoas feridas: 54

👉Óbitos: 5


As ações desenvolvidas neste final de ano estão abrangidas pela "Operação Rodovida 23/24". Segundo a PRF, o esforço policial se voltou principalmente para a detecção de condutas infratoras que estão associadas às ocorrências de acidentes de trânsito.

Neste ano, as ultrapassagens indevidas, que segundo a PRF está associada às recorrentes causas de acidentes graves na Bahia, se destacaram com acréscimo de 56% com relação aos registros da operação do ano anterior. Foram 524 ultrapassagens este ano e 818 em 2022.

Os policiais detectaram motociclistas que não utilizaram o capacete. A falta do equipamento resultou em um aumento 63% em comparação aos registros natalinos do ano anterior.

Também foram registrados infrações recorrentes que representam condutas perigosas para segurança no trânsito, como a direção sob o efeito de substância alcoólica, a não utilização de cinto de segurança por motoristas e passageiros e a falta do dispositivo de retenção adequado para o transporte de crianças.

A BR-324 contabilizou 29% dos acidentes, seguida da BR-116 com 20% e da BR-101 com 18%. Grande parte dos óbitos foram registrados na BR-101, que representou 39% das mortes neste período nas rodovias que cortam a Bahia.


Combate ao crime

As ações também contaram com o reforço no combate ao crime. Com ênfase na identificação de veículos roubados e furtados, a PRF na Bahia teve um aumento de 13% no número de automóveis recuperados durante a operação com relação a operação do ano anterior.

Dando continuidade as ações de final de final de ano e em busca de reduzir os índices de acidentes e de promover a segurança e mobilidade no trânsito, a PRF reforçará ações de fiscalização, educação para o trânsito e de combate a criminalidade na "Operação Ano Novo", que se inicia na sexta-feira (29), indo até a segunda (1º).

2 comentários:

  1. NAO ADIANTA ESSAS PALESTRAS EDUCACIONAL.DEVIA TER LEIS MAIS FORTE PRA PUNIR ESSES MOTORISTAS IMPRUDENTE.

    ResponderExcluir
  2. NAO ADIANTAS ACOES EDUCATIVA.OQUE TA FALTANDO É LEOS MAIS FORTE PRA PUNIR ESSES MOTORISTAS IMPRUDENTES

    ResponderExcluir