segunda-feira, 15 de janeiro de 2024

Após três meses chacina contra família cigana é desvendada

A Polícia Civil da Bahia esclareceu a chacina ocorrida em outubro de 2023, que deixou seis ciganos mortos no município de Jequié, entre as vítimas uma criança de seis anos e uma mulher grávida. Seis suspeitos foram identificados e estão com prisão decretada pela Justiça. A arma de crime, uma pistola calibre 9 mm, foi apreendida em uma região rural de Alagoinhas.

A arma passou por perícia no Departamento de Polícia Técnica (DPT), tendo a confirmação da utilização nos homicídios. A principal linha de investigação para a motivação dos crimes é a desavença entre famílias ciganas, que iniciou em 2017. 

As apurações continuam, com o objetivo de localizar e prender os foragidos. Quem tiver informações pode colaborar com a polícia, ligando para 181 do Disque Denúncia da Secretaria da Segurança Pública (SSP-BA).

Participam das investigações, equipes da 9ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Jequié), com apoio da Diretoria Regional de Polícia do Interior do (Dirpin/Sudoeste/Sul), as Coordenações de Apoio Técnico à Investigação (Cati/Central/Feira/Jequié), e a 2º Coorpin/Alagoinhas.




Relembre o caso:

Seis pessoas de uma mesma família morreram vítimas de uma chacina em Jequié, cidade localizada no sudoeste da Bahia. Vítimas foram mortas a tiros dentro de casa, na madrugada desta quinta-feira (5). A Polícia Civil confirmou a relação da chacina com corpo de um homem encontrado morto em Rafael Jambeiro, cidade a 180 km de Salvador, na terça-feira (3). 


Confira detalhes sobre o caso:


5 comentários:

  1. como que ira denunciar se vcs não falou nem postou nome,foto do suspeito kkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkkkkkkkkk "polícia desvenda" não desvendou p* nenhuma kkkkkkkk

      Excluir
    2. Ou estão com medo dos ciganos????? Que são uma raça ruim dos infernos!!!!

      Excluir
    3. O mal de vcs do verdinho é ser baba ovo de polícia. No texto o mais importa é a motivação do crime. Mais vcs não colocaram. Só q foi desavença, mais tá lá todos os nomes e departamentos da policia q investigou. Pra q merda eu quero saber disso? O q mais importa não tá no texto

      Excluir
  2. Ou seja, a "investigação policial minunciosa" não esclarece NADA e a "reportagem" não informa absolutamente NADA! Simplesmente uma Bosta tentando explicar o mau cheiro da Merda. Ou seja, NADA vezes NADA igual a NADA! Pode isso, Arnaldo? No Brasil, PODE...!

    ResponderExcluir