terça-feira, 9 de janeiro de 2024

‘Rolezinhos de moto’ pode suspender a CNH e gera multa de R$ 5 Mil

Os populares ‘rolezinhos do grau’, já habituais durante fins de semana e feriados, ganharam muito destaque da mídia em 2023, com um aumento nas denúncias. Jovens em motocicletas formam grupos, geralmente “recrutados” através das redes sociais desrespeitando normas de trânsito, circulando sem capacete, em alta velocidade e realizando manobras arriscadas durante a madrugada, provocando a denominada direção perigosa.

Diante das crescentes reclamações, nas capitais e diversas cidades brasileiras, entre as quais se inclui Jequié, a Polícia Militar vem realizando diversas operações especiais desde o fim de ano, visando conter a circulação desses motociclistas e apreender veículos em situação irregular.

Nos vídeos disseminados na internet, é comum observar carros e motos obstruindo ruas durante os ‘rolezinhos’. Restringir a área de circulação de uma via sem autorização dos órgãos competentes configura infração gravíssima.

A multa, que pode ser multiplicada por 20, alcança R$ 5.869,40, considerando o valor base de R$ 293,47 para infrações gravíssimas. Em caso de reincidência em até 12 meses, o montante dobra para R$ 11.738,80. Se as autoridades identificarem o infrator como o organizador do bloqueio, a penalidade é multiplicada por 60, atingindo R$ 17.608,20.

Conforme o artigo 244 do CTB, transportar “carona de risco”, como criança abaixo de 10 anos ou mais de um ocupante, é uma infração gravíssima que pode resultar em multa de R$ 293,47 e na suspensão imediata da CNH.

*vide Matheus Oliver

10 comentários:

  1. E os escapes adulterados, incomodando toda a sociedade, apenas um motociclista com silencioso adulterado causa incômodo em todos, isso sem hora para acontecer, está no código de trânsito. Adulterar o escape gera multa e apreensão da motocicleta.

    ResponderExcluir
  2. Num país aonde tudo de ruim acontece, debaixo dos fucinhos das autoridades, esperar o que? Criam as leis mais não obrigam os infratores a cumprirem, adianta o que ? É paredão de som rolando uma droga e uma cachaça dos infernos e o som em toda a altura incomodando as pessoas de bem, os bailes infernais de funk idem, as motos sem discargas ou as mesmas adulteradas, com os miseráveis cheios do que não presta nas cabeças, acelerando e pertubando a vida das pessoas de bem e por aí vai. Estsmos num pais da baderna.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como q a polícia vai proibir paredão de som sendo q o vereador q é presidente da Câmara em itabuna é o filho dele são donos de paredão de som é Erasmo Ávila marfioso da peste e tbm tem uma viatura da SESTRAN q vem com um agente contratado e fica horas e mais horas parado na porta da casa dele do agente q ele é filho de um policial q já foi vereador a viatura fica na rua Epitácio Pessoa o SESTRAN é tão irresponsável q sabe disso e não toma providência

      Excluir
  3. Cade o Setran para fiscalizar as motos, estão infernizando as ruas com uma zuada daquela que ninguem pode dormir, ainda + quem mora nas avenidas principais, vamos sair da cadeira confortavel e vamos fiscalizar, eu sou que se aplique a lei!!

    ResponderExcluir
  4. O SESTRAN de Itabuna tem q circular mto pelos bairros é mta moto inrregular os mtoqueiros sem capacete os carros parando mto errados em portas de bar de lanchonete etc atrapalhando o trânsito até carro do SESTRAN e da guarda civil agente parados fazendo lanches um aviso pra polícia e para o SESTRAN no sarinha tem mtos motoqueiros circulando em alta velocidade e sem capacete e ainda circulam pela contra mão em tempo de atropelar uma pessoa

    ResponderExcluir
  5. Praça do Santo Antônio uma bagunça e cadê esse Setran?

    ResponderExcluir
  6. Negócio é andar com a placa invergada pra cima kkkkkkk fundo da moto raspada kkkkkkk estilo 244, cortar de giro, meter uma estraladeira ou só o cano e deixa esses falador passar mal kkkkk

    ResponderExcluir
  7. Temo é que organizar essa parada direito fi botar os só o cano e soltar uns grau deixar esse bando de Zé povin ficar falando sozinho

    ResponderExcluir