terça-feira, 13 de fevereiro de 2024

Homem é preso suspeito de estuprar menina de 11 anos por três meses no interior da Bahia

Um homem foi preso no domingo (11) suspeito de estuprar uma menina de 11 anos, em Arraial D'Ajuda, distrito da cidade de Porto Seguro, no sul do estado da Bahia. De acordo com a Polícia Civil, o homem foi detido após o exame de corpo e delito da vítima confirmar o crime.

A polícia detalhou qua menina era vítima do homem desde os últimos três meses, até que foi registrada uma denúncia na delegacia da cidade contra o suspeito. Não foi específicado quem prestou a queixa, ou se foi feita de forma anônima.

Com a conclusão do exame e a comprovação do crime, equipes da polícia que atuam no plantão de carnaval foram até a casa do suspeito e efetuaram a prisão.

Um celular também foi apreendido e, em seguida, encaminhado para a perícia junto as equipes de investigação e inteligência da Polícia Civil. O homem está preso da 1º delegacia de Porto Seguro, onde segue a disposição da Justiça.

7 comentários:

  1. Um cara desse tem q morre com uma estaca no cu estrupado safado

    ResponderExcluir
  2. O PIOR E SABER QUE A FAMÍLIA SSBE E NAO DENUNCIA UM PILANTRA DESSES SAO MUITOS E AINDA ACOBERTADO PELAS SAFADAS DAS ESPOSAS.
    DESCARADAS TAMBÉM. TEM QUE TER CADEIA POR CONIVÊNCIA.

    ResponderExcluir
  3. Miserável. A justiça brasileira é fuleira. O melhor é bala

    ResponderExcluir
  4. Um miserável desse tem que morrer sai da cadeia e continua a cometer o mesmo crime.

    ResponderExcluir
  5. Lei brasileira é muito fraca e não tem força para punir esses vermes!
    Cartucho em todos os pedófilos!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é esse caso ainda está sendo investigado e o safado preso e aqui em Ilhéus o safado do professor que abusou da aluna nessa idade é tá aí ainda em investigação com 3 advogados para defender, enquanto a vítima segue tentando provar que o mesmo é culpado.
      Só matando mesmo pq se for depender da justiça o tempo tá passando e ele na ESCOLA VOVÔ ISAAC como se nada tivesse acontecido.

      Excluir