quinta-feira, 7 de março de 2024

Dançarino é indiciado por estupro de adolescente na Bahia

Um dançarino foi indiciado por estupro de vulnerável após "praticar atos libidinosos" com uma adolescente de 14 anos. O caso aconteceu em uma casa de shows no município de Itagimirim, no sul da Bahia, no ano passado.

Segundo a Polícia Civil, que anunciou o processo nesta quarta-feira (06), outro dançarino e o dono do estabelecimento também foram indiciados por fornecer bebida alcoólica à menor.

No dia em questão — 4 de novembro de 2023 —, uma banda se apresentava no local e a adolescente subiu no palco. A garota ficou sentada em uma cadeira enquanto um dançarino "sarrava" nela e a beijava.

Em meio a isso, o segundo dançarino fornecia bebida alcoólica. A polícia lembra que um vídeo da cena foi amplamente divulgado nas redes sociais da região. Dada a repercussão, o Conselho Tutelar da cidade comunicou o fato à instituição.

Como os agentes identificaram que o local do evento não controlou a entrada de menores de idade no local, o proprietário também foi indiciado. Com a conclusão do inquérito policial, o processo foi remetido à Justiça. O Ministério Público da Bahia (MP-BA) pode ainda instaurar procedimento administrativo contra o espaço de eventos.

6 comentários:

  1. E os pais ou responsáveis por essa criatura? Tem q ser responsabilizados tbm

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade, os pais deveriam ser os únicos responsáveis pelo caso... imagine o dançarino perguntar a jovem quantos anos ela tem, qndo a mesmase dispos a subir num palco de um show noturno? Os pais são os únicos a serem culpados!

      Excluir
    2. Sou pai de 3 filhas e concordo com você.

      Excluir
  2. A culpa é dos responsáveis que deixam uma guria dessa sair para show noturno e da boate que não fez o controle etário na entrada, provavelmente ela mentiu a idade e o pessoal da equipe fez isso.

    ResponderExcluir
  3. Hoje em dia as meninas de 14 anos esta dando nas de 20. Se ela subiu no palco foi por que quis os dançarinos simplesmente fizeram o seu trabalho a disposição da Tal banda nisso todos tem que ser responsabilizado não é somente os dançarinos. Cadê os pais dessa tal criança? Quem pagou pra ela entrar? Quem é que fica responsável pela as entradas dos clientes? Quem tem que perguntar a idade? Os dançarinos em seu momento de trabalho não teria tempo de ficar perguntando quantos anos elas tem né isso?

    ResponderExcluir
  4. E tanta hipocrisia viu.. tentando manchar a imagem dos dançarino, os pais são os únicos responsáveis por esse caos lugar de criança e perto dos pais os artistas contratados estava apenas fazendo seu trabalho

    ResponderExcluir