sábado, 13 de abril de 2019

PRF apreende quase 50 quilos de cocaína na BR 116 em Feira de Santana

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu na tarde desta sexta-feira (12), aproximadamente 42kg de substância com características semelhantes à cocaína, embaladas em tabletes, que estavam escondidos em um compartimento no porta-malas do veículo Renault/Logan, placas do Mato Grosso do Sul. O flagrante ocorreu durante fiscalização da PRF de combate a criminalidade no KM 429 da BR 116, em Feira de Santana, distante 116 quilômetros de Salvador. Inicialmente foi dada ordem de parada ao veículo, sendo realizado pelos agentes os procedimentos de abordagem. Durante a entrevista ao motorista, um homem de 40 anos, percebeu-se certo nervosismo e contradições.
Em seguida foi realizada vistoria minuciosa no automóvel, foi quando os policiais encontraram os tabletes que estavam escondidos em um nicho do porta-malas do carro. Ao ser questionado, o homem informou que recebeu a droga em Campo Grande (MS), recebendo a quantia de 10.000 mil reais pelo transporte. O destino final do entorpecente seria a cidade de Feira de Santana. Diante dos fatos, o detido foi levado com o produto apreendido para a Delegacia de Polícia Civil em Feira de Santana (BA) e apresentado à autoridade policial. 

6 comentários:

  1. SE FOSSE PRETO IA SER ESCORRAÇADO

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Problema dos idiotas racistas, porque não conhece o sabor que tem...
      Adoro meu neguinho lindo da pele macia, cheirosinho, carinhoso, com carro, moto, dinheiro no bolso e... (muitoooo roludo!!!!!)
      Te amo I.....

      Excluir
    2. What ? O que tem a ver uma coisa com outra ? O cara está falando de tratamento dado ao preso em função da cor da pele.

      Excluir
  2. Com um salasal da desgraça desse, 10.000,00 dez mil seria uma boa idéia de sair do aperto, mais esse ficou foi mais apertado na cadeia.

    ResponderExcluir
  3. O dono quando ver assim E de Itabuna

    ResponderExcluir
  4. já nesse patamar, as drogas estão sem volta, daí para pior, tem que impor a lei de execução imediata, para traficante, e dependente químico também, pegou matou, acabou. ou senão libera a miséria toda logo.

    ResponderExcluir