quinta-feira, 13 de junho de 2019

Greve de professores da UESC pode terminar amanhã

Durante assembleia nesta quarta-feira (12), os professores da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) condicionaram o fim da greve à assinatura de um acordo entre o movimento e o governo baiano. A previsão é de que o acordo seja assinado, no máximo, até esta sexta-feira (14).

Na última segunda, o governo acenou com o pagamento dos salários retidos após início da greve, promoção de 900 docentes e investimento de R$ 36 milhões para a Uesc, Uneb, Uefs e Uesb.

9 comentários:

  1. CORRERIA!!! o ilusionista.

    ResponderExcluir
  2. Sabe o que esses professores são?? uns vermes...
    um monte tá viajando, de férias!!
    quando voltarem, passam o conteúdo de qualquer maneira, e o aluno que se lasque!!
    nunca nenhuma greve passou de 3 meses, sabe p q? pq o semestre é cancelado!!
    e eles não querem isso!! querem férias, e de quebra, barganhar aumento no salário, que nao é pouco... de nenhum!!

    ResponderExcluir
  3. Parasitas, vermes, preguiçosos,quanta falta faz os tempos dos generais COSTA E Silva, Geisel.

    ResponderExcluir
  4. Sabe quem paga os aumentos? Nos da iniciativa privada que pagamos altos impostos e podemos ser demitidos a qualquer momento, pois não temos a tal de estabilidade de emprego que esses tais de funcionários públicos tem. Vou usar a aquele velho ditado, em terra de cego que tem olho é rei, ou seja quem manda o povo Brasileiro ser trouxa.

    ResponderExcluir
  5. Greve ridícula, não conseguiram nada, tudo isso já tinha sido anunciado antes da greve. Só prejudicam os alunos e o contribuinte que banca esse circo.

    ResponderExcluir
  6. Professor de Universidade fazendo greve por reajuste é piada. Ganhando bem, sendo que a instituição precisa de verbas para pesquisa e aplicação de desenvolvimento de tecnologias na região, tendo que gastar toda vez com reajuste de salário. Professor que ganha mal é o da rede municipal. Esses vampiros tem um monte de graduação e MBA no currículo e ficam fazendo greve por mixaria. Por isso que esse país não cresce. No fim das contas, quem sofre é o contribuinte, e pior, o aluno que está sujeito a ter vários assuntos para estudar sem tempo, isso só vai servir pra formar profissionais ansiosos e despreparados na parte teórica, que o Brasil já tem de sobra.

    ResponderExcluir
  7. Como manter a esperança em transformar este país se o povo, além de covarde, é estúpido incurável? O Brasil necessita urgentemente de uma reforma radical em todos os setores.

    ResponderExcluir
  8. Parasitas, vermes, preguiçosos, quanta falta faz os tempos dos generais COSTA e Silva, Geisel.
    Tá faltando é muita borracha.

    ResponderExcluir
  9. UESC, laboratório e central de PARASITAS.
    Tens dúvidas vem aqui verificar.

    ResponderExcluir