segunda-feira, 10 de junho de 2019

Ilhéus: mulher é espancada dentro de casa, ex é principal suspeito do crime

Vítima está internada no Hospital Geral do Estado (HGE), em Salvador  — Foto: Alan Oliveira/G1Uma mulher de 32 anos foi espancada na cidade de Ilhéus, no sábado (8). Segundo a polícia, o ex-companheiro dela é o principal suspeito do crime e é procurado pela polícia. Familiares disseram que vítima pode ficar cega por conta das lesões em um dos olhos provocadas por uma faca.

Conforme a polícia, a vítima, identificada como Nayane Almeida, estava em casa quando o ex-companheiro dela, que estava bebendo, chegou até o local e começou a agredir a mulher com vários socos na cabeça e no corpo. Após as agressões, o homem saiu do local levando a vítima para a casa dele, onde a violência continuou.

Ainda de acordo com a polícia, a irmã da vítima foi até a casa do homem, depois de ficar sabendo sobre o caso, conseguiu entrar no local e ajudar Nayane a fugir, após entrar em lutar corporal com o suspeito.

A vítima foi encaminhada para o Hospital Regional Costa do Cacau, mas precisou ser transferida para o Hospital Geral do Estado (HGE), em Salvador, na manhã desta segunda-feira (10), por conta da complicação dos ferimentos.

Segundo a família, que prestou depoimento à polícia no domingo, a mulher está separada do suspeito há, pelo menos, dois anos, e já foi agredida por ele outras vezes. Ela têm quatro filhos, três com o ex-companheiro. O caso segue sob investigação. (G1)

6 comentários:

  1. 2 anos depois e esse espírito de porco está atormentando a pobre. Infelizmente ou ela dá um fim nele, ou vira estatística. Pois a justiça não funciona.

    ResponderExcluir
  2. A familia dela tem que fazer o mesmo com esse animal,deixa ele tb cego, espanca ele bastante, covarde , verme monstro

    ResponderExcluir
  3. O engraçado quando é sempre o homem que faz as agressoes eles somem e a policia nunca consegue prender,no caso de legitima defesa da vítima são imediatamente presas ela agora coitada vai ficar cega,infelizmente o feminicidio nunca terá punição,mais afirmo se fosse ao contrario seria logo presa,lembrando do caso da moça que agiu em legitima defesa e foi presa,o cara era alcolatra usuario de pó desempregrado agressivo e agredia a pobre coitada e ainda deficiente que trabalhava para sustentar a casa.foi presa e houve uma repercussão enorme por que agiu em legitima defesa.e esse ai?fugiu cadê a policia que nunca consegue prender os homens que matam as companheiras as quais eles mesmo dizem que amam?kd a policia para prender esses homens??

    ResponderExcluir
  4. Cadê as feministas?Cadê a Globo?

    ResponderExcluir
  5. Cadê as feministas?Cadê a Globo? Só sabe falar mau de Bolsonaro. Bandos de canalhas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kkkkk o assunto é feminicidio e não Bolsonaro,até nesses assuntos o povo coloca o presidente,nada ve isso.

      Excluir