terça-feira, 17 de março de 2020

FBF mantém partidas do Baianão, mas determina portões fechados em estádios

A Federação Bahiana de Futebol (FBF) determinou que não irá paralisar do Campeonato Baiano 2020, que tem mais duas partidas da fase de grupos. A medida contraria as recomendações de autoridades de saúde e da própria Confederação Brasileira de Futebol (CBF), que suspendeu todas as competições nacionais sob sua tutela e que estão em andamento. Inicialmente os confrontos estão programados para os próximos domingos, 22 e 29/03.

Com a continuidade, no entanto, a FBF determinou que as partidas sejam realizadas com portões fechados e avaliando a possibilidade de antecipação dos jogos. Segundo a entidade, o posicionamento conta com o apoio unânime dos presidentes dos clubes participantes.

"A FBF está atenta ao monitoramento dos casos suspeitos do COVID-19, mas entende que os números confirmados no Estado da Bahia até o presente momento não justificam a paralisação da competição, que trará um prejuízo enorme e sem precedentes no futebol baiano, inclusive com concreta possibilidade da mesma não poder ser concluída", assinala a nota da federação.

5 comentários:

  1. SE OS PORTÕES VÃO ESTÁ FECHADOS, LÁ DENTRO SÓ VAI TER OS JOGADORES EM CAMPO?

    ResponderExcluir
  2. nem sabia que existia mais esse campeonato, cara vai ter que "pagar" pra assistir o que ? o pinico do vitória? ver o bahia que já é campeão de 2020 às 2036 ? o ´poprtão tem que fechar para sempre não por causa do corona, e sim porque não presta mesmo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda bem que o campeonato baiano não depende de pessoas como você para prosseguir, infelizmente é o típico imbecil que só valoriza as coisas que vem de fora.

      Excluir
  3. Com a ascensão do Flamengo que, a cada dia prova que foi o único clube brasileiro que tirou proveito e aprende com o 7x1, esses torneiozinhos furrecas com apelidos no superlativo, tipo baianão, nordestão, bostão, merdão, os quais, misturando todas as equipes não formam um time de futebol, deveriam ser extintos e priorizar a formação de atletas da base. Claro, montando equipes para disputarem torneios de rua onde os garotos se tornam criativos e ágeis. As ditas escolinhas e os supostos professores que nada sabem, nada ensinam pois nada sabem. O futebol brasileiro afundou de vez e o Flamengo está tornando os torneios estaduais e nacionais sem expressão e sentido. Ou muda tudo, ou os demais clubes jamais sairão do fundo da latrina onde se encontram. Esta é a realidade, o resto é conversa para enganar os otários.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sou Flamenguista, mas discordo dessa sua teoria imbecil, precisamos sim de uma requalificação das equipes, mas a extinção é ruim para todos (inclusive o Flamengo). Assim como a diretoria do Flamengo enxergou o caminho certo a trilhar, as outras equipes também podem sim caminhar na mesma direção. Graças a Deus, essa sua visão é de longe a da maioria dos dirigentes e dos torcedores de verdade no Brasil.

      Excluir