sexta-feira, 6 de agosto de 2021

Justiça recebe denúncia contra delegada e mais três pessoas envolvidas em roubos e clonagem de veículos

 

A Justiça recebeu na última terça-feira (3) denúncia contra a delegada da Polícia Civil Maria Selma Pereira Lima (foto), Pedro Ivan Matos Damasceno, Carlos Antônio Franco Assis e Claudio Marco Veloso Silva, denunciados pelo Ministério Público estadual na Operação Dublê. A delegada foi denunciada pela prática dos crimes de falsificação de documento público, falsidade ideológica, uso de documento falso, denunciação caluniosa e fraude processual.

Pedro Ivan Matos foi denunciado pela prática dos crimes de furto qualificado, falsificação de documento público, falsidade ideológica, uso de documento falso, adulteração de sinal identificador de veículo automotor, corrupção ativa, denunciação caluniosa e posse ilegal de arma de fogo.  E Carlos Antônio Franco pelos crimes de furto qualificado e denunciação caluniosa; e, por fim, Claudio Marco Veloso foi denunciado pelo crime de usurpação de função pública.

Deflagrada no dia 7 de julho, a Operação Dublê investigou a existência de grupo criminoso especializado na prática de delitos de furtos, roubos e clonagem de veículos, cujo líder mantinha relação próxima e duradoura com a delegada. Segundo consta na denúncia, a delegada se utilizava das prerrogativas do cargo e da influência que gozava na Polícia Civil para garantir a impunidade do grupo criminoso e facilitar a execução e proveito dos crimes.

Os promotores de Justiça apontaram que o líder do grupo já tinha histórico criminal na prática de furtos, roubos, receptação e clonagem de veículos automotores e, ainda assim, conservava um forte relacionamento com a delegada. A denúncia afirma ainda que a delegada chegou a falsificar documentos de terceiros, para possibilitar a devolução ilegal de um carro clonado apreendido pela polícia com membros da quadrilha, além de ter introduzido uma pessoa ligada ao grupo criminoso no ambiente da Polícia, acompanhando-a, como se fosse policial, portando armas e auxiliando-a nas ações de favorecimento ao grupo criminoso.

19 comentários:

  1. Brincadeira.policia.roubando

    ResponderExcluir
  2. Isso não é novidade!

    ResponderExcluir
  3. Pra vc vê né ñ se pode confiar em mais ninguém

    ResponderExcluir
  4. Polícia roubando,
    Polícia fazendo pistolagem em Barreiras, assassinando empresário fazendeiro.
    Juiz e desembargadores roubando.e os ciganos se fudendo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ISSO NAO É DE AGORA NAO, FIO
      SEMPRE FOI LUGAR DE BANDIDO
      O PODER GERA ISSO
      POLÍTICA, POLÍCIA, JUDICIARIO
      VIXE
      SO TEM POMBO SUJO
      TODOS QUE COMANDAM, SE SACUDIR, A CASA CAI!
      MAS COMO SAO TODOS, NAO PODE SACUDIR ASSIM!!!

      Excluir
  5. Já no basta os políticos 😂😂🤔🤔🙈🙈👌👌

    ResponderExcluir
  6. Se puxar a corda vem muito mais

    ResponderExcluir
  7. De onde é essa Meliante delegada ? Vergonha ! Corrupta nojenta ! Ladrona ! Mancha a classe! Infelizmente como ela tem varios...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. SE TEM VARIOS IGUAIS A ELA, ENTAO ELA NAO MANCHA A CLASSE... ELA SÓ É MAIS UMA DA CLASSE, BEM LADRONA E NORMAL!

      Excluir
  8. Conheço a delegada e Pedro Ivan, moram juntos a muitos anos e nenhum vale nada. Ela sempre soube da bandidagem dele e apoiava tudo.

    ResponderExcluir
  9. Nenhum policial está acima da Lei, e é por isso que existem a Corregedoria e o Ministério Público para fiscalizarem alguns elementos, que, usando o uniforme da polícia, mancham a honra de toda a corporação.
    Se houvesse sinceridade em algumas pessoas da justiça, não haveriam tantos criminosos circulando em nossa cidade. Graças a Deus que é uma minoria que deve ser expulsa e seus bens comprados ilegalmente, confiscados.
    Se não houver punição diante desses fatos, vai deixar a Justiça ainda mais sem credibilidade diante da sociedade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Excelente o seu comentário, especialmente a redação e o português rebuscado. Contudo os seus argumentos não refletem a realidade das corporações brasileiras. Podemos constatar no dia a dia, em situações mais diversificadas que, a podridão no serviço público atinge a maioria absoluta dos servidores que ocupam cargos de comando.
      Se, algum dia, algum órgão sério estiver disposto a sofrer as consequências e arriscar a sobrevivência, que faça uma pesquisa e entreviste pessoas comuns, humildes e humilhadas, caminhoneiros, quem já necessitou dos "serviços" da justiça, polícia, etc.
      O maior erro do povo brasileiro reside na tentativa de camuflar a sua covardia minimizando o seu fracasso como gente. Falta ao brasileiro o senso de honra e amor próprio e, principalmente... vergonha na cara.

      Excluir
  10. Eu tinha quase certeza, tanta moto e carro roubados nessa cidade e de vez enquando eles liberam um ou outro pra descabeciar! Qm n sabe dessa polícia criminosa! Devolve nossos veículos viu Estado Criminoso do Brasil.

    ResponderExcluir
  11. Se balancar um pouco mais, vai aarecer mais, os carros que são roubados aqui em Itabuna que ninguém acha.

    ResponderExcluir
  12. Solta os comentários verdinho

    ResponderExcluir
  13. Olha à carinha dela de inocente se fosse alguém da periferia já sabe né tinha morrido nós confronto kkkkk bandidos grandes pode tudo

    ResponderExcluir
  14. Isso é velho na civil. Ninguém encontra os carros e motos roubadas aqui. Impressionante.

    ResponderExcluir
  15. Só rindo com esses bandidos uniformizados que vergonha,e outra tem mais gente envolvida policial com camionete fazenda casa de praia com esse salário kkkk .

    ResponderExcluir
  16. Tem que ser isonerados
    esses ratos

    ResponderExcluir