quinta-feira, 26 de agosto de 2021

Patroa de babá que pulou do 3° andar de prédio para fugir de apartamento em Salvador presta depoimento

A patroa da babá de 25 anos que pulou do terceiro andar de um prédio para fugir do apartamento, na quarta-feira (25), em Salvador, prestou depoimento na tarde desta quinta (26), na delegacia do bairro da Boca do Rio. Com óculos escuros, ela preferiu não falar com a imprensa.

Melina Esteves França chegou ao local por volta das 14h30, acompanhada de um advogado. Ao ser questionada pela reportagem da TV Bahia, se ela manteve Raiana Ribeiro da Silva em cárcere privado e agrediu a funcionária, ela preferiu ficar calada.

Durante a manhã, Raiana Silva, carregada, e uma outra ex-funcionária da mulher também prestaram depoimento. As informações são do G1-BA.

Melina França é mãe de trigêmeos e mais um filho. A polícia investiga se Melina cometeu crime de cárcere privado. A babá Raiana Ribeiro da Silva, de 25 anos, contou que trabalhava no local há uma semana, cuidando de três crianças. A jovem relatou como começaram as agressões, que terminaram na fuga desesperada pela janela do banheiro.

“Ia fazer oito dias hoje [que estava trabalhando lá], mas a agressão começou na terça-feira. Começou porque eu falei para ela que não dava mais para mim, que eu ia sair na quarta-feira. Aí ela falou: ‘Vou te mostrar, vagabunda, se você sai’. E aí começou a me agredir”, disse a jovem.

Na quarta-feira (25), a situação piorou. "Ela me trancou no banheiro ontem pela manhã, e foi quando bateu o desespero de fugir de alguma forma. Quando eu vi o basculante do banheiro, aí eu tentei sair. Achava que alcançava a outra janela, mas não alcancei e me soltei. Fiquei pendurada em um 'degrauzinho' onde estende roupa, mas não alcancei a outra janela, me soltei e caí”, relatou a babá

A jovem sobreviveu à queda, mas sofreu uma fratura no pé. Ela recebeu alta médica ainda na quarta, mas terá que ficar alguns dias sem sair da cama.

5 comentários:

  1. Com certeza ela vai negar,eu acho que
    só se prova algumas coisas aqui nesse país se gravar, mesmo assim ainda tem advogado que quer contestar, igual a o caso do DJ Ivis.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem pode chamar uma lixo desse de ser humano só porque tem grana acha que pode tudo o tempo da escravidão ja passou

      Excluir
  2. Adivinha em quem essa rapariga de pastor votou.

    ResponderExcluir
  3. VAGABUNDA MISERÁVEL!

    ResponderExcluir
  4. Isso é classificada como PATROA.
    Se é verdade o que a reportagem diz essa é uma maldita.
    Na verdade é uma LADRONA, SONEGADORA DE DIREITOS SOCIAIS.
    Deveria pegar pena de FUZILAMENTO ( pena que no Brasil não há isso).
    Vai ver que anda dizendo que acredita em DEUS, e frequenta uma igreja usando uma BÍBLIA debaixo do braço.
    Deve se intitular a rainha da moralidade e da honestidade.
    Pouca falta de vergonha.

    ResponderExcluir