sexta-feira, 19 de agosto de 2022

TJ-BA condena homem que espancou mulher em Ilhéus a 2 anos de prisão

O Tribunal de Justiça do Estado da Bahia (TJ-BA) condenou Carlos Samuel Freitas Costa Filho, que espancou a esposa em Ilhéus, a 2 anos e 2 meses de reclusão. Os crimes de agressão e ameaça foram cometidos em janeiro de 2022, segundo denúncia do Ministério Público da Bahia (MP-BA).

Antes, em 2020, uma agressão de Carlos contra a mesma mulher foi filmada e ganhou repercussão nacional. Julgado em primeira instância, em maio passado, Carlinhos Freitas, como é conhecido, foi absolvido pela juíza Emanuele Vita Armede, mas o promotor de Justiça José Botelho Neto recorreu da decisão, que foi reformada pelo TJ-BA nesta quinta-feira (18).

Na denúncia, o MP-BA afirma que o condenado figura em ao menos oito processos por agredir diferentes vítimas. Com informações do Bahia Notícias.

22 comentários:

  1. Esse covarde gosta de bater em mulheres,agora vai vê o sol nascer quadrado

    ResponderExcluir
  2. Curioso pra saber por que cargas d'água essa juíza tomou essa decisão em primeira instância !!!! Só no Brasil mesmo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E sendo mulher, ainda dá direitos a um covarde

      Excluir
  3. Bom agora e todos os dias ele tomar uma surra dos colegas de cela !

    ResponderExcluir
  4. Só isso?
    Muito pouco!

    ResponderExcluir
  5. Se fosse a filha de um deles eu queria ver qual seria a sentença

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. A que apanhou ficou fazendo visita intima quando ele estava no presídio.

    ResponderExcluir
  8. Seria bom que essa juíza vagabunda fosse espancada por um homem e outra juiza absolvesse o agressor dela.

    ResponderExcluir
  9. Como pode, uma juiza, so sexo feminino não condenar um mal caráter desse

    ResponderExcluir
  10. Só dois anos foi muito pouco tinha que ser 30 anos

    ResponderExcluir
  11. Liberdade vai cantar parceiro!!!

    ResponderExcluir
  12. Covarde, só bate em mulher. Vai ficar nas ruas agredindo outras mulheres, até receber o troco de alguém.

    ResponderExcluir
  13. Oito processos por agressão e foi absolvido no primeiro julgamento kkkkk, o promotor recorreu e conseguiu a condenação de 2 anos e 2 meses de prisão, provavelmente a pena será cumprida em liberdade. Mulheres cuidado com este demônio.

    ResponderExcluir
  14. Quem não tem dinheiro 💸💰💸 com essa justiça BAIANA,fica preso. A médica perseguiu e matou os irmãos de moto,sendo pessoas de bem, mais médica tem dinheiro 💸💰 foi absorvida e inocentada,mesmo com as imagens de vídeo, mostrando ela em alta velocidade e atropelando os irmãos,a médica jogou o carro com vontade de cometer o crime. O TJB é uma vergonha nacional.

    ResponderExcluir
  15. Logo logo os evangélicos vai consagrar ele a pastor evangélico pentecostal

    ResponderExcluir
  16. Ele é um covarde, merecia no mínimo 10 anos, agora logo depois esse caso ela voltou pra ele, e ainda ficava tirando onda de casal,até acontecer novamente.

    ResponderExcluir
  17. Ele tem que vim pro presídio pra os cara pocar o chicote desse corno e viadinho imcubado

    ResponderExcluir
  18. Esse sacripanta leva o mesmo nome do pai, um cara diferenciado, já jogou até no Botafogo do RJ. Mas esse mané aí conheceu o "pó" , aí lascou. Cheirou , bateu , se fudeu ...

    ResponderExcluir
  19. Só 2 anos o justiça fraca

    ResponderExcluir