quinta-feira, 15 de junho de 2023

Turista desaparecida na Ilha de Boipeba é resgatada após dois dias com suspeita de desnutrição

 

Uma turista catarinense ficou desaparecida em uma região de mata da Ilha de Boipeba, localizada em Cairu, no baixo sul da Bahia, por dois dias, até ser encontrada na tarde desta quarta-feira (14). A mulher de 31 anos, identificada como Francine Aline Motter, é natural de Santa Catarina, mas atualmente reside em Salvador.

De acordo com relatos dos moradores locais, Francine teve uma crise de pânico na segunda-feira (12) e seguiu em direção a uma área de mata em Moreré, uma das partes mais visitadas da ilha. A partir desse momento, ela não foi mais avistada.

Preocupados com o desaparecimento, os moradores de Moreré, juntamente com bombeiros e policiais militares, iniciaram uma busca intensa pela turista na região. Felizmente, Francine foi localizada durante a operação, quando foi avistada por um helicóptero.

Segundo informações dos bombeiros, a turista se perdeu durante a caminhada e passou as noites de segunda e terça-feira dormindo na mata. Ainda não há detalhes sobre o local exato onde Francine foi encontrada.

A Polícia Militar revelou que as buscas se estenderam por aproximadamente 30 horas, com a participação de um cachorro da Brigada K9. Após o resgate, Francine foi encaminhada para um hospital da região para avaliação médica, devido à suspeita de desnutrição decorrente dos dois dias em que esteve desaparecida.


Um comentário:

  1. Conheci um doido violento aqui de Itabuna que fez uma besteira dessas...
    O lado bom, é que depois de muito tempo que, quando foi encontrado, estava mansinho. Bom remédio pra curar cabeça de doido.

    ResponderExcluir