terça-feira, 10 de outubro de 2023

MEC avalia autorizar cursos de Ensino à Distância de Direito, Psicologia, Enfermagem e Odontologia

A Secretaria de Regulação e Supervisão da Educação Superior do MEC informou ao Grupo de Trabalho Ensino à Distância (EaD), que debate sobre a modalidade de ensino a distância para os cursos de Direito, Psicologia, Enfermagem e Odontologia, que até meados do mês de outubro será iniciada uma consulta pública com o objetivo de debater tópicos que englobam o modelo de ensino para os cursos em questão.

O MEC não expôs quais serão os dispositivos do ato regulatório da modalidade EaD serão debatidos por meio de consulta pública, mas devem ser incluídos, por exemplo, o mínimo de presença exigida dentro da carga horária dos cursos na modalidade.

Atualmente, os cursos à distância podem aplicar até 30% de sua carga horária em formato presencial. Também deve estar em consulta pública o percentual de carga horária na modalidade de EaD na organização pedagógica e curricular dos cursos de graduação presenciais; possibilidade de retomada das avaliações in loco dos polos EaD nos processos de recredenciamento institucional; revisão do quantitativo anual de polos EaD relacionados ao ano civil e o resultado do conceito institucional.

Dados do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) mostram que, em 2020, o número de ingressantes em EaD superou o número de ingressantes nos cursos presenciais, pela primeira vez na educação superior brasileira.

A modalidade de EaD chegou a 63% do total de ingressantes em 2021. Outro aspecto sensível é justamente o fato de esse crescimento estar ocorrendo em detrimento da modalidade presencial.

7 comentários:

  1. A enfermeira diz ao médico:
    - Tem um homem invisível na sala de espera.
    O médico responde:
    - Diga a ele que não posso vê-lo agora.

    ResponderExcluir
  2. As fábricas de "diproma" kkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  3. O Brasil adentrou numa era que nos faz desejar conhecer de perto o "Inferno de Dante". Imagine-se sentado numa cadeira de dentista para uma cirurgia com uma aprendiz de dentista e uma de enfermagem de cursos à distância, ambas com prática em assistência de vídeos! Tranquilo? Bem, caso ocorra algum "contratempo previsível(?)", você poderá "curar-se" do trauma com um "psicólogo" especializado em tais "imprevistos", e caso ainda persista alguma dúvida, acione os "profissionais" judicialmente contratando os serviços de um advogado formado na mesma "turma"!
    O Brasil que o Ladrão e sua quadrilha Petralha estão moldando, vai muito além daquele inferno que a Bíblia Sagrada e toda a literatura mundial nos faz imaginar. Senão, tente sobreviver num lugar onde apenas os criminosos da pior espécie conseguem espaço nos órgãos oficiais e as pessoas honestas são discriminadas, perseguidas e penalizadas como se bandidos fossem? Pensou? Pois isto é uma CLEPTOCRACIA ou um estado comandado por CRIMINOSOS. Isto é o Brasil atual!

    ResponderExcluir
  4. Os cursos presenciais já são uma m3rda, imagine EAD... kkkkkkkkkkkk

    O governo (políticos) acabaram com as profissões eticamente e financeiramente...

    Queriam destruir o Brasil, parabéns, conseguiram.

    ResponderExcluir
  5. Psicologia e direito, pode até ser, mas enfermagem e odontologia é colocar bidas em risco.

    ResponderExcluir
  6. Gostei...tem que ue acabar com o exame da ordem....

    ResponderExcluir