segunda-feira, 23 de outubro de 2023

Zona Oeste do Rio de Janeiro tem 35 ônibus incendiados após sobrinho do miliciano Zinho ser morto pela polícia

A morte de um miliciano provocou um caos na Zona Oeste do Rio na tarde desta segunda-feira (23). Ao menos 35 ônibus foram queimados a mando de criminosos na região, no que já é o dia com mais coletivos incendiados na história da cidade, segundo o Rio Ônibus.

Entre os ônibus queimados, 20 são da operação municipal, 5 do BRT e outros de turismo/fretamento. Outros veículos e pneus também foram incendiados, fechando diversas vias em bairros como Campo Grande, Santa Cruz, Paciência, Guaratiba, Sepetiba, Cosmos, Recreio, Inhoaíba, Barra, Tanque e Campinho.

Passageiros tiveram que deixar alguns dos coletivos às pressas momentos antes dos criminosos atearem fogo aos ônibus. No Recreio, uma usuária do BRT chega a cair de cara ao deixar o ônibus 

Até a Avenida Brasil, a principal via expressa do Rio, chegou a ser fechada, com um ônibus atravessado na pista, sentido Santa Cruz.

Às 18h40, o município entrou em estágio de atenção, o terceiro nível em uma escala de cinco e significa que uma ou mais ocorrências já impactam o município, afetando a rotina de parte da população. Por volta do horário, havia 58 km de congestionamentos na cidade, o dobro da média (29 km) das últimas três segundas-feiras.

Ao menos 45 escolas municipais foram afetadas, prejudicando 17.251 alunos. Em algumas, alunos e professores que estavam nos colégios permaneceram para se manterem em segurança. Os ataques são em represália à morte do sobrinho do chefe da milícia Zinho, na comunidade Três Pontes. Matheus da Silva Rezende, conhecido como Teteu e Faustão, era apontado como o número 2 na hierarquia da milícia comandada pelo tio, e foi morto durante uma troca de tiros com a Polícia Civil.

No mesmo tiroteio, um menino de 10 anos foi atingido de raspão, segundo familiares. Ele foi levado para a UPA de Paciência, e liberado após atendimento.

Faustão morreu após ser baleado em uma troca de tiros com agentes da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core), do Departamento Geral de Polícia Especializada (DGPE) e da Polinter.

O miliciano é o terceiro da família a morrer em confrontos com a Polícia Civil do Rio. Em 2017, outro tio dele, Carlos Alexandre da Silva Braga, o Carlinhos Três Pontes, morreu em operação da Delegacia de Homicídios da Capital.

Em 2021, mais um tio, Wellington da Silva Braga, o Ecko, morreu depois de reagir à prisão em uma casa em Paciência, na Zona Oeste do Rio. Depois disso, seu irmão, Luis Antônio da Silva Braga, o Zinho, assumiu a maior milícia do Rio.

18 comentários:

  1. BOLÇONARU TA TRISTE? ALGUEM SABE DIZER???


    AH, SABEM DIZER SE ELE CONDECOROU?????

    ResponderExcluir
  2. Turma dos apoiadores de de um certo ladrão de jóias. Só tem esse tipo de gente desse lado 😑 tsc tsc

    ResponderExcluir
  3. Misericórdia cadê a polícia só rio pq não matou ou mata esses bandidos todos deixar os criminosos destruir tantos ônibus e não fizeram nada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. pq quem governa o rio de janiro é um que é comandado pelo bolo .Como quem é o chefeda milicia é o BOLZO AI NO PODE MATR PQ ESTES SIM SAO BANDIDOS BONS E NAO PODEM MORREREM SAO DO deus patria e familia kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Excluir
  4. Pessoal achando que é ligado a Bolsonaro sabendo que esses bandidos é ligado ao Lula, o cara defende um ladrão te roubar e o pessoal acha normal, esse povo que vota em lula são retardado mesmo, não são pessoas normais.

    ResponderExcluir
  5. Esses são os verdadeiros terroristas! Porquê não prendem esses e condenam a 17 anos de prisão?

    ResponderExcluir
  6. Aqui tem muitos burros apoiadores do lulamolusco

    ResponderExcluir
  7. Atenção para não cometerem crime ecológico: JUMENTOS ZURRANDO!

    ResponderExcluir
  8. Eu ia escrever aqui um comentário enorme sobre minha opinião mais sou medrosa então deixa queto muito triste isso tudo agora quem paga o preço disso tudo é a população do bem e trabalhadora vamos orarmos muito pois o mundo está cada dia pior só Deus

    ResponderExcluir
  9. Depois que o PT ganhou o Brasil virou uma desgraça, bando de demônios.

    ResponderExcluir
  10. A milícia no RJ é comandada pelo filhos do Bozo né?

    ResponderExcluir
  11. Onde anda o atual Presidente?
    A população do Rio de Janeiro está sofrendo.
    Tá muito estranho o homem só viajando e o País sem Presidente.
    Imaginem que o cara matou uma cabeleireira em São Paulo, foi pra porta da TV com intenção de se entregar a polícia. Os policiais chegaram ele confessou o crime foi pra delegacia,e foi liberado pra esperar uma ordem de prisão.
    Enquanto, os supostos terroristas, donas de casa, vendedor de algodão doce estão presos até hoje.

    ResponderExcluir
  12. O Brasil pegando fogo com a violência descontrolada com as facções criminosas e milícias aliadas da Quadrilha Petralha desgraçando o país inteiro; sêca dos rios, desmatamento e incêndios devastadores na floresta amazônica, o sumiço inexplicável dos "nobres, abnegados e desinteressados" defensores das riquezas amazônicas e dos índios; inundações por enchentes nos estados da região Sul. Enfim, o país está um caos desde janeiro/2023 e o Ladrão quando não está levando a Franga/Canja/Granja para janjar e esbanjar no exterior, está envolvido em "emprestar" BILHÕES DE DÓLARES dos jumentos brasileiros famintos aos 'hermanos argentinos" para que o colega ladrão esquerdopata vença a eleição no país vizinho. Além de desonestos roubando migalhas, somos jumentos otários-esmoleres?

    ResponderExcluir
  13. Verdade o presidente só viajando e o Brasil largado jogado as traças e é verdade quem rouba um pão porque está com fome morfa na cadeia agora quem mata sai rapidinho

    ResponderExcluir
  14. Lulinha está limpando as merdas que Bozó deixou pelo caminho! Grande Lula, presidente até 2030 e não adianta os gadinhos loucos ruminarem! Kkkkkkkkkkkkkkkk, faz o munnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn, gados velhos, aloprados! Kkkkkkkkkkkkkkkk.

    ResponderExcluir
  15. Segundo os políticos e ministros do STF, os terroristas são os idosos e crianças que foram presos no dia 7 de Setembro sem terem cometido se quer um crime na manifestação contra a corrupção desenfreada nessa latrina. Agora os bandidos e terroristas de outros países que vem ao Brasil como refugiados, aí são anjinhos pra eles.

    ResponderExcluir