sexta-feira, 3 de novembro de 2023

Cadeirante é preso em Salvador com R$ 4.200 em espécie

Uma pessoa foi presa, na manhã desta sexta-feira (3), em uma ação no Complexo do Nordeste de Amaralina, em Salvador. A operão tinha foco no cumprimento de seis mandados de busca e apreensão e dois de prisão. Uma segunda pessoa chegou a ser conduzida à delegacia e liberada.

Em nota, a Polícia Federal (PF) informou que a operação, intitulada de "Resposta", tem o objetivo de "fechar o cerco" contra uma facção criminosa.

A PF afirma que a facção alvo da operação entrou em confronto com as forças de segurança do Estado 68 vezes este ano. Além disso, seus integrantes se reúnem para atacar rivais.

A produção da TV Bahia apurou que um preso é Wildson Silva de Jesus, 38 anos. Ele é cadeirante e foi encontrado com R$ 4,2 mil em espécie. A suspeita é de que Windson era responsável por arrecadar dinheiro da venda de drogas em festas no Nordeste de Amaralina.

Na casa de Wildson foi encontrado um aparelho que bloqueia sinal de GPS, ferramenta que é utilizada por assaltantes de veículos com objetivo de dificultar o rastreamento dos carros por seguradoras.

Wildson foi apresentado no Departamento de Investigação e Repressão ao Narcótrafico (Denarc) e não soube explicar a origem do dinheiro. Ele tem duas passagens pela polícia, uma por tráfico de drogas e a outra por porte de explosivos usados em roubos a bancos.

Ainda não há contato de defesa do suspeito. Cerca de 200 policiais participam da ação, que é comandada pela Força Integrada de Combate ao Crime Organizado (FICCO) da Bahia, formada por equipes da polícias Militar, Civil e Federal. Carros blindados e aeronaves são utilizados na operação.

A ação envolve áreas como Santa Cruz, Vale das Pedrinhas, Chapada do Rio Vermelho e Nordeste de Amaralina.

Os rodoviários decidiram suspender a circulação de ônibus no bairro da Santa Cruz. De acordo com o sindicato da categoria, o Parque da Cidade é o ponto final de parada para os coletivos. 

Além dos mandados, os policiais realizam levantamentos de denúncias e ampliam o patrulhamento ostensivo no Complexo do Nordeste de Amaralina.

4 comentários:

  1. O RAPAZ ESTÁ NO SEU TRABALHO LABORAL, AFINAL, VENDER COCAÍNA, ROUBAR, ESTRUPRAR É A PROFISSÃO MAIS VALORIZADA DO BRASIL, LEMBRE-SE, ESSE RAPAZ SERÁ O PRÓXIMO GOVERNADOR DA BAHIA, TAVEZ PRESIDENTE DO BRASIL, QUEM SABE PRESIDENTE DO STF OU TSE.
    BRASIL PAÍS DE LADRÕES E A BAHIA É ESCOLA.
    VIVA A BANDIDAGEM, VIVA OS LADRÕES, VIVA A A PROFISSÃO MAIS NOBRE DO BRASIL.

    ResponderExcluir
  2. Kkkkkkk dinheiro e fragata é? Aquele pedacinho de maconha levou o cara kkkkk brasil lixo

    ResponderExcluir
  3. O Brasil é um país de hipócritas, nunca vai haver um bom presidente, ou governador ou prefeito.Todo mundo aqui é gente ruim, só pensa em si, e em ferrar e nvejar o outro. Temos o político que merecemos, assim foi, e assim será. Mas a terra não está nos aguentando mais, tá dando a resposta e o grosso virá em muito breve.

    ResponderExcluir
  4. Todo o sistema sabe, libera as drogas( pelo menos a maconha). É " proibida" e a galera compra tão fácil como pão. Mas compra da ruim, prensado, pelo menos legalizado iam vender em farmácias( de manipulação, normais) e com qualidade. E quebraria mais o tráfico

    ResponderExcluir