segunda-feira, 6 de novembro de 2023

Enem: 28,5% faltaram no 1º dia de provas na Bahia

O primeiro dia de provas regulares do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) teve taxa de abstenção de 28,5% na Bahia, neste domingo (5), segundo dados divulgados pelo Ministério da Educação (MEC). A etapa inicial trouxe conteúdos de linguagens, ciências humanas e redação.

O percentual de faltosos do estado é menor que a média nacional: 33,2%. Ao todo, 324.284 pessoas se inscreveram para fazer as provas no estado. Em quantitativo, a Bahia foi o terceiro estado com maior número de inscritos, atrás apenas de São Paulo (590.789) e Minas Gerais (358.603).

Em todo o país, 4.293 pessoas foram eliminadas por usarem equipamentos eletrônicos durante a prova, a exemplo de celulares; por deixarem os locais de aplicação antes do horário permitido (15h30); por usarem documentos impressos e por não atenderem orientações dos fiscais.

Em comparação com 2022, quando o percentual de faltosos na Bahia ficou em 27,6%, o número de faltosos no primeiro dia de provas foi maior. Mesmo sem participar desta etapa, os candidatos podem fazer a prova de exatas e biologia, que será aplicada no próximo domingo, 12 de novembro. Entenda:

Os candidatos que faltaram por problemas logísticos ou por ter sido contraído doenças infectocontagiosas na semana que antecede o primeiro – ou ainda o segundo – dia de aplicação das provas têm direito à reaplicação;

Os candidatos que faltam por motivos pessoais podem fazer as provas do segundo dia, porém, elas terão validade apenas para autoavaliação de conhecimentos, e a nota deste segundo caderno não poderá ser aplicada em processos seletivos para o ensino superior.

Quem tem direito à reaplicação da prova?

Candidatos afetados por problemas logísticos durante, ou que contraíram uma das seguintes doenças: Coqueluche; Difteria; Doença invasiva por Haemophilus influenza; Doença meningocócica e outras meningites; Varíola; Influenza humana A e B; Poliomielite por poliovírus selvagem; Sarampo; Rubéola;
Varicela (catapora); e Covid-19.

Como, quando e onde solicitar a reaplicação da prova?

No caso de doenças infectocontagiosas, o candidato pode acessar a página do 'Participante do Enem', entre os dias 13 e 17 de novembro, e inserir documento legível que comprove a condição que motiva a solicitação reaplicação. O documento comprobatório da doença deve estar legível, em formato PDF, PNG ou JPG, com no máximo 2 MB, constando:

Nome completo do participante;
Diagnóstico com a descrição da condição e o código correspondente à Classificação Internacional de Doenças (CID 10);
Assinatura e identificação do profissional competente, com o respectivo registro do Conselho Regional de Medicina (CRM), do Ministério da Saúde (RMS) ou de órgão competente, assim como a data do atendimento.
E os participantes afetados por problemas logísticos?
Ao todo, o MEC registrou 905 participantes afetados por problemas logísticos. Ainda não há dados de quantos destes foram na Bahia, mas o ministério entende por problemas logísticos as seguintes questões:

Emergências médicas;
Interrupções temporárias de energia elétrica;
Problemas com abastecimento de água;
Quando as provas serão reaplicadas?
As provas serão reaplicadas nos dias 12 e 13 de dezembro de 2023.

5 comentários:

  1. CLARO. OS CANDIDATOS ESTÃO ABRINDO OS OLHOS!!!! A GALERA SE ESBAGAÇA DE ESTUDAR, VAI PRA FACULDADE FICA 5 ANOS SE FODENDO PRA NO FINAL DISSO TUDO VIRAR UBER. VIVA O CAPITALISMO

    ResponderExcluir
  2. Que nada queremos vencer na vida sem esforço que venha auxílio melhor que estudar e trabalhar no final voto em Lula.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você não sabe o que fala! Tenha misericórdia, senhor! O cidadão acima, está correto, já você, é uma mula!

      Excluir
    2. Ladrãozinho de papai e mamãe!

      Excluir
  3. E o gado chora, e bozo não vai ser eleito nunca mais, só na prisão

    ResponderExcluir