quinta-feira, 9 de novembro de 2023

PF prende terroristas ligados ao Hezbollah e que planejavam ataques no Brasil

A Polícia Federal (PF) deflagrou, nesta quarta-feira (08), a Operação Trapiche, com o objetivo de interromper atos preparatórios de terrorismo e obter provas de possível recrutamento de brasileiros para a prática de atos extremistas no país. 

Os alvos são terroristas ligados ao Hezbollah e que planejavam ataques no Brasil, os quais seriam realizados em prédios da comunidade judaica no país.

Policiais federais cumpriram dois mandados de prisão temporária em São Paulo e 11 de busca e apreensão, expedidos pela Subseção Judiciária de Belo Horizonte, em Minas Gerais e no Distrito Federal. 

Um dos alvos foi preso no Aeroporto de Guarulhos quando desembarcava de viagem que teve como origem o Líbano.

Recrutadores e recrutados devem responder pelos crimes de constituir ou integrar organização terrorista e de realizar atos preparatórios de terrorismo, cujas penas máximas, se somadas, chegam a 15 anos e 6 meses de reclusão. 

4 comentários:

  1. Tem um aí na presidência já vai fazer um ano.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ACEITA A DERROTA QUE DÓI MENOS.
      Eu quero é um ROLEX das arábias.

      Excluir
  2. Mandava Xandão prender, afinal ele prenderam várias pessoas do dia 08, que segundo ele são terroristas, deveria mamdar ele pra Israel prender o Hamas logo acabaria a guerra

    ResponderExcluir
  3. Homem ligado a mais imbecil das atitudes humanas.
    O cara é movido por fanatismo religioso.
    A RELIGIÃO É O ÓPIO DO POVO.

    ResponderExcluir