segunda-feira, 25 de dezembro de 2023

Homem é detido suspeito de quebrar vidraças, instrumentos musicais e imagem religiosa em terreiro de candomblé

Um homem de 41 anos foi detido suspeito de invadir o terreiro de candomblé Ilê Axé Onipó Filho, no bairro da Boca do Rio, em Salvador, e danificar vidraças, instrumentos musicais, cadeiras e uma imagem religiosa, além de agredir um dos moradores.

De acordo com um filho do terreiro, o suspeito jogou pedras na entrada principal do templo religioso e gritava "diabo" enquanto quebrava janelas. O suspeito conseguiu entrar na parte do barracão e quebrou o assentamento de Ogum e cadeiras.

Ele ainda teria tentando entrar nos outros espaços que tinham assentamentos de outros orixás.

Segundo informações da Polícia Civil, o suspeito foi apresentado na Central de Flagrantes, na manhã de sábado (23), após ser contido por moradores e levado até a unidade policiais por policiais militares.

Na Central de Flagrantes, o suspeito alegou estar machucado e sentindo fortes dores no corpo. Ele foi socorrido e levado por equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levado para o Hospital Geral do Estado (HGE). Não há informações sobre o estado de saúde dele.

A polícia informou que uma ocorrência de dano, violação de domicílio e racismo foi registrada na Central de Flagrantes e um inquérito instaurado para apurar o caso.

18 comentários:

  1. Vai ser condenado a quantos anos de prisão? Trinta e sete anos? Cinquenta e sete?

    ResponderExcluir
  2. A intolerância, a ignorância e o eurocentrismo chancelam tal comportamento. Aqueles que percebemos e creem que a fé não está restrita a uma religião ou a um partido político, reajam e sejam resistentes. Axé!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um idiota desses merece é cair numa surra de gato morto, porrada até umas horas pra deixar de ser abestalhado ! Não acredita, sai fora. Mas, o respeito tem que ter, independente da sua crença.

      Excluir
    2. Um individuo chegar a esse ponto,precisa de atendimento psiquiatrico!!!

      Excluir
    3. Ou um corretivo da população sadia.

      Excluir
  3. Errado não tá , precisamos quebrar o altar de baao

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Comece a quebrar o altar de sua casa!!!

      Excluir
    2. Mais um idiota pra falar besteira, 12:56 h.... Lamentável vossa ignorância.

      Excluir
  4. Eu não vi nada de estranho aí......Simplesmente o caboclo baixou no cidadão!
    Saia caboclo não me atrapalha, saia do meio da samambaia! 3x.....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando o caboclo baixar,em sua mulher é chifre na certa!!! kkk

      Excluir
    2. Pelo visto o caboclo já mama na mulher dele. Por isso a "sua" felicidade.....kkkkk

      Excluir
  5. Típico cristão sacana que não acredita em Deus porra nenhuma, e se esconde atrás de uma religião cristã feito um rato.

    ResponderExcluir
  6. Uma boa sova revolve o problema.

    ResponderExcluir
  7. Fico aqui mim lembrando do passado não muito distante, vamos lá, a 40 anos mais ou menos, existiam várias crenças em todos os lugares, eram curandeiro aqui, curandeiro alí e ninguém via essas perseguições às religião africana e outros. Só que essas badernas começaram quando resolveram fazer movimentos de liberdade onde já existia, assim aconteceu com os homossexuais.

    ResponderExcluir
  8. Os evangélicos em sua maioria são extremamente radicais em a quem não pratica suas práticas religiosas. Sempre pronuncias as seguintes palavras de intolerância: Xou satanás, sangue de Jesus tem poder, repreendido em nome de Jesus.
    Será que só eles evangélicos ( a maioria) tem o direito de manifestar sua crença ?

    ResponderExcluir