quarta-feira, 27 de dezembro de 2023

Polícia indica causa da morte do influenciador digital Rodrigo Amendoim

A Polícia Civil divulgou, nesta quarta-feira (26), o resultado do laudo pericial da morte do influenciador digital Rodrigo Amendoim, encontrado sem vida em Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador, em 28 de outubro. De acordo com a análise do Departamento de Polícia Técnica (DPT), o baiano tirou a própria vida.

Em 28 de outubro, o corpo de Amendoim foi achado em um dos cômodos do apartamento em que ele vivia, em cima de uma cama. Ao lado dele, a polícia detalhou que havia uma pistola e um carregador.

O influenciador tinha 24 anos e acumulava 1,5 milhão de seguidores nas redes sociais, onde mostrava a rotina e dava conselhos amorosos com muito bom humor.

Inicialmente, o caso foi registrado como suicídio, mas a polícia informou que as circunstâncias seriam apuradas.

Durante as investigações, a polícia apurou que a arma encontrada ao lado do corpo era de um policial militar, amigo de infância do humorista.

Segundo apuração da TV Bahia, o policial, que atua na 37ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Liberdade) passou o dia com Rodrigo Amendoim no imóvel e teria esquecido a arma no banheiro.

Após deixar o local e perceber que estava sem o armamento, o amigo do influenciador decidiu procurá-lo, mas não conseguiu mais contato.

De acordo com a apuração da TV Bahia, o PM recebeu a notícia da morte do amigo através das redes sociais e imediatamente comunicou a situação para a corporação, que o recomendou a registrar o esquecimento da arma em uma delegacia. O armamento foi apreendido e passou por perícia.

Após a divulgação do laudo do DPT, a polícia não detalhou se o armamento do policial segue apreendido. Fonte: g1/Bahia

9 comentários: