quinta-feira, 18 de janeiro de 2024

Integrante do Baralho do Crime, homicida morre em confronto com policiais militares em Salvador

Um homem que era investigado por homicídios morreu durante confronto com policiais, na manhã desta quinta-feira (18), no bairro de Castelo Branco, em Salvador. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), ele foi identificado como Regivaldo Vasconcelos do Nascimento e integrava o Baralho do Crime, um catálogo que reúne informações dos foragidos mais perigosos da Bahia.

A SSP-BA informou que Regivaldo Vasconcelos, conhecido como "Boneco", foi encontrado durante uma operação da Polícia Militar (PM) e da Polícia Civil. Ele respondia por homicídios e possuía mandado de prisão em aberto.

Segundo investigações e relatos de testemunhas, "Boneco" tinha o papel de executor na facção que atuava e era responsável por atrair usuários de drogas com dívidas e cometer os assassinatos.

Ele foi encontrado com outros suspeitos que atiraram contra os policiais em uma localidade conhecida como Pedreira. Após o revide, Regivaldo Vasconcelos foi atingido. O homem chegou a ser socorrido para o Hospital Roberto Santos, mas não resistiu aos ferimentos.

Durante a ação, a polícia também apreendeu armas e munições. Não há informações sobre os outros suspeitos envolvidos na operação. Regivaldo Vasconcelos era considerado o "Dama de Paus" do Baralho do Crime.

O Baralho do Crime é um catálogo que reúne informações dos foragidos mais perigosos do estado, como nome, apelido, área de atuação, além da foto. A divulgação tem o objetivo de contar com a ajuda de denúncias anônimas que possam colaborar na localização dos criminosos.

O catálogo completo pode ser acessado no site da SSP-BA. Quem tiver informações sobre os criminosos procurados pode entrar em contato com a polícia através do Disque Denúncia, por meio dos telefones de números 3235-0000 (capital) e 181 (interior).

2 comentários:

  1. Menino de vó deixou vovó...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É vida que segue saber de quer.. morre um nasce mil, importante é os chefes encher os bolsos 💰💰

      Excluir