terça-feira, 2 de janeiro de 2024

Menina de 4 anos morre após engasgar com pedaço de carne na noite de réveillon

Uma menina de 4 anos morreu após engasgar com um pedaço de carne, na cidade de São Gabriel, região norte da Bahia. O corpo de Ana Clara Nunes dos Santos foi sepultado na manhã desta terça (2), na Comunidade de Lagoa Nova, na zona rural do município. Segundo Manoel Carlos, tio da criança, a garotinha estava na casa onde vivia com a família, no bairro de Nova Brasília, e o grupo celebrava a chegada do Ano Novo, quando tudo aconteceu, na noite de domingo (31).

Quando ela engasgou, os pais a levaram para o Hospital Municipal de São Gabriel, onde foram informados que não havia médico nem ambulância a postos, conforme Manoel Carlos. De lá, Ana Clara foi levada para o Hospital Regional de Irecê, que constatou que a menina tinha morrido no meio do caminho.

Ainda segundo Manoel Carlos, o corpo da criança foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Jacobina para ser necropsiado, pois não havia perito no órgão em Irecê. As duas cidades também ficam na região norte.

Segundo a família, Ana Clara sofria com um problema nas amígdalas e os pais tentavam viabilizar uma cirurgia de correção, que não chegou a ser feita. Manoel Carlos disse ao g1 que a mãe dela tentou diversas vezes o encaminhamento na rede municipal de São Gabriel, mas não teve êxito.

2 comentários:

  1. Absurdo, um Engasgo e ninguém para fazer os procedimentos, por último, uma traqueostomia, isso tudo são recursos que deveriam ter sido aplicado no local, tem que agir rápido se não sabe o certo é ligar ☎️ pra polícia 🚔 e também botar o bocão na rua e gritar por socorro se alguém sabe dos procedimentos para ajudar.
    Esses episódios, mostra o qua to é importante as pessoas se interessarem por informações, aprenderem de primeiros socorros, formar se organizarem em grupos e irem solicitar palestras e demonstrações de maneiras de salvar vidas.
    É lamentável, fica aqui os meus profundos sentimentos aos familiares, é duro enfrentar uma separação, não há muito o que se dizer em um momento de dor como esse.

    ResponderExcluir
  2. Enquanto muitos médicos,estão passando revellion em cruzeiros marítimos,não tenhamos dúvidas,que a folha ponto deste profissional esta assinada,como se estivesse prestando serviço na unidade de atendimento,obviamente com seu salário garantido.Entretanto,cabe-se a direção do hospital responder pela falta do profissional,responsabilizando pela negligência.

    ResponderExcluir