sexta-feira, 2 de fevereiro de 2024

Identificada nova variante da Covid-19 em Salvador, Vitória da Conquista e outras 15 cidades da BA

O Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (Lacen) identificou duas sublinhagens da variante Ômicron, que causa a Covid-19, em circulação em Salvador e outras 16 cidades da Bahia, de acordo com informações divulgadas pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesab), nesta sexta-feira (2).

As amostras das cepas JN.1 e JN.1.1 foram coletadas entre 24 de dezembro de 2023 e 11 de janeiro de 2024.

A JN é considerada pela Organização Mundial da Saúde como uma "variante de interesse", isto é, se em comparação com a variante original, seu genoma possuir mutações que mudem o fenótipo do vírus. É também uma variante de interesse se a variante tiver sido identificada como causadora de transmissão comunitária, de múltiplos casos ou de clusters (agrupamentos de casos) de Covid-19 ou tiver sido detectada em vários países, ou ainda, se a variante for de outra forma avaliada como de interesse pela OMS em consulta com o Grupo de Trabalho de Evolução do Vírus SARS-CoV-2.

Os materiais que continham as subvariantes foram identificados nos seguintes municípios: Adustina, Alagoinha, Amélia Rodrigues, Barrocas, Camaçari, Catu, Conceição da Feira, Conceição do Coité, Feira de Santana, Paripiranga, Piatã, Pintadas, Pojuca, Salvador, Santa Bárbara, Santo Antônio de Jesus e Vitória da Conquista.

A Sesab recomenda que os municípios em que as cepas foram identificadas intensifiquem a vacinação contra a Covid-19. Roberta Santana, secretária da Saúde do Estado, fez uma alerta para que a população mantenha o esquema vacinal atualizado por causa das grandes aglomerações nas festas de verão.

Ainda segundo a chefe da pasta estadual, a Sesab, em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de Salvador, desenvolve desde o dia 17 de janeiro, uma ação de vacinação no período pré-carnavalesco que busca intensificar a imunização com a vacina bivalente. 

Do início da ação até quinta-feira (1), foram aplicadas 8.233 doses. Durante a ação pré-carnaval, a vacina é ofertada para todos os indivíduos com 12 anos ou mais. Atualmente a cobertura da vacina Bivalente na Bahia está em 15,05%. 

O imunizante é destinado para para pessoas com 60 anos ou mais e imunocomprometidos acima de 12 anos de idade que tenham recebido a última dose do imunizante há mais de 6 meses.

9 comentários:

  1. Esses caras não cansam desse teatro?

    ResponderExcluir
  2. BOLSONARO SAIU E FICOU AS CONSEQUÊNCIAS

    ResponderExcluir
  3. CULPA DO BOZO , QUE NÃO COMPROU AS VACINAS

    ResponderExcluir
  4. Seu cu que não comprou as vacinas. O povo abriu os olhos tarde

    ResponderExcluir
  5. Ideologias foram criadas para confundir as pessoas.
    Os políticos só seguem a agenda daqueles poderosos que sempre estão tramando o caos contra o mundo em favor de suas super fortunas e poder absoluto.
    Bando de burros brigando por direita e esquerda.
    Não muda nada, a não ser os interesses de pequenas fortunas e poder se comparados ao poder absoluto daqueles que realmente mandam no planeta.

    ResponderExcluir
  6. KD O LADRÃO DE JOIAS E RELÓGIOS ?

    ResponderExcluir