terça-feira, 2 de abril de 2024

Companhia aérea suspende voos entre Salvador e interior da Bahia por tempo indeterminado

A companhia aérea Voepass Linhas Aéreas, antiga Passaredo, decidiu suspender as linhas de voos com destino a seis cidades da Bahia por tempo indeterminado.

A mudança atinge os itinerários que saíam de Salvador para Lençóis, Teixeira de Freitas, Paulo Afonso, Barreiras, Vitória da Conquista e Guanambi. Em nota enviada à imprensa nesta segunda-feira (1º), a companhia disse que a suspensão se deve à uma reestruturação de sua malha aérea.

No entanto, a rota que liga Barreiras, no sudoeste do estado, a Brasília foi mantida.

As decolagens ocorrem às segundas, quartas e sextas, saindo da capital federal às 12h20, com previsão de pouso às 13h50 em Barreiras. O trajeto de volta ocorre com saída do município do oeste baiano às 16h e chegada em Brasília às 17h30.

Em outubro do ano passado, a Voeppass encerrou a linha Salvador - Feira de Santana, cidade a cerca de 100 km da capital baiana. Essa suspensão ocorreu apenas quatro meses desde o início da operação. À época, a empresa também justificou reestruturação da malha aérea.

O último voo do trajeto Salvador - Barreiras decolou no sábado (30) em meio a queixas de moradores. Antes disso, a companhia Azul havia cancelado outros voos para a cidade do interior, alegando questões operacionais. Tais suspensões refletem um processo de redução na oferta de voos do aeroporto local.

De acordo com a administração do equipamento, de janeiro a março deste ano, 17 voos com destino a Barreiras foram cancelados. O número ultrapassa o registro de todo o ano passado, quando 12 voos foram alvo de cancelamento.

Grande polo da região, Barreiras sedia a Universidade Federal do Oeste Baiano (Ufob) e a maior feira de tecnologia agrícola do norte e nordeste, a Bahia Farm Show. A cidade é também um dos centros do agronegócio no país.

Em meio a isso, a Secretaria de Infraestrutura da Bahia (Seinfra) informou que os projetos de requalificação e ampliação do aeroporto foram entregues pela pasta à Secretaria Nacional de Aviação Civil (SAC) em novembro de 2023. O departamento nacional respondeu na última quarta (27) e a Seinfra fará uma análise de retorno.

"Em relação ao projeto do Terminal de Passageiros e de equipamentos de auxílio à navegação aérea, a entrega para avaliação da SAC foi reprogramada para o mês de abril deste ano por conta das atualizações da parte de infraestrutura", disse a Seinfra em nota enviada à imprensa.

De acordo com a secretaria estadual, o início do processo licitatório depende das aprovações dos projetos pelo órgão federal.

Um comentário:

  1. E voçê ai achando que iria viajar de avião com 200 contos se fudeu.

    ResponderExcluir