segunda-feira, 12 de agosto de 2019

Homem mata filha de 7 meses no Dia dos Pais no MT e polícia faz escolta para evitar agressão

Um homem de 23 anos matou a filha de 7 meses em Sapezal, a 473 km de Cuiabá, no Dia dos Pais, comemorado no domingo (11), depois de passar o final de semana com ela e precisou ser escoltado pela polícia para não ser agredido.

Segundo a Polícia Militar, Diogo Morais Justino tentou suicídio após cometer o crime, mas foi socorrido e levado para uma unidade hospitalar. Depois de receber atendimento, ele foi levado para uma delegacia e preso em flagrante.

Os pais da criança são separados e a mãe havia autorizado que a menina passasse o fim de semana com o pai, segundo o G1.

Nesse período, o homem teria ligado para a ex-mulher e dito que 'resolveria' o problema. A suspeita é que ele não aceitava o fim do relacionamento.

A Polícia Militar encontrou a criança morta sobre o peito do pai. Uma chave de fenda estava ao lado dos dois. Os investigadores também encontraram duas facas molhadas e uma esponja suja de sangue.

O pai, tem histórico de problemas psiquiátricos, o que pode ter sido uma das motivações do crime, segundo a polícia local.

3 comentários:

  1. Problemas psiquiátricos nada, deveria deixar ser resolvido esses problemas dele pela justiça da mão do homem, ele estava bem ciente do que fez , matar uma criança não justica nada pq as mãos só faz o que o coração deseja!

    ResponderExcluir
  2. No presídio ele ganha o dele.

    ResponderExcluir
  3. Olha, deviam ter observado se o sujeito estava ferido e sangrando, daí, o mais apropriado e lógico, seria colocá-lo sobre um formigueiro, devidamente amarrado para não se machucar.

    ResponderExcluir